Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jorginho vê falta de experiência, mas acha revés do Furacão injusto

O jejum de vitórias do Atlético Paranaense continua na Série B do Campeonato Brasileiro. Para piorar, a derrota por 3 a 2 para o América Mineiro levou o Rubro-Negro para a zona de rebaixamento. O técnico Jorginho, que iniciou com a equipe no 3-5-2 e, após tomar dois gols, teve que mudar o esquema, acredita que, o que pesou no Estádio Independência, foi a falta de experiência de seus atletas.

‘Alguns ainda não são maduros para uma competição importante como essa e isso faz com que eles se sintam inseguros. Foi uma pena sofrer o terceiro gol quando éramos melhores. Faltou um pouco de experiência para não tomar o gol do jeito que tomou’, disse o treinador, que defendeu a tática escolhida para o jogo.

‘Foi o treinamento que me mostrou isso. A tática que se mostrou melhor, foi a que iniciou a partida. E isso foi conversado com os atletas. No segundo tempo, tivemos a capacidade de mudar já durante o jogo’, emendou.

Jorginho já adiantou, no entanto, que para as partidas em casa, a começar pelo duelo diante do Ipatinga, terça-feira, o sistema com três zagueiros está vetado. ‘Não tem como usar o 3-5-2, não podemos jogar em casa assim. No treino foi melhor, mas no jogo a tática que deu certo foi a mais ofensiva. Hoje, ainda não sabemos nossa formação ideal e, pior, não temos tempo para experimentar muito’, avaliou.

Terminada a partida em Minas, no entanto, o que ficou foi mais uma derrota na Série B. O comandante rubro-negro tentou minimizar, vendo injustiça no placar e acredita que o Furacão vive um momento de azar. ‘Merecíamos vencer. Eles tiveram uma única oportunidade e fizeram o gol. Está faltando muita sorte para o Atlético, não tenha dúvida’, finalizou.