Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jorginho exige Lusa entre os cinco primeiros colocados do Paulista

Sob seu comando, no ano passado, a Portuguesa passou da primeira fase do Campeonato Paulista pela primeira vez desde 1998. Para 2012, Jorginho cobra, no mínimo, uma classificação mais tranquila. O técnico admitirá somente Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo à frente na etapa inicial do Estadual.

‘Podemos ser a quinta força, então temos que, no mínimo, ficar em quinto. Se isso não acontecer, o Brasileiro será complicado. Se não conseguirmos no Paulista, como podemos desejar algo a mais no Brasileiro?’, alertou o comandante.

O treinador valoriza o Paulistão, principalmente como um teste visando a volta à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Depois de conquistar a Série B com sobras, Jorginho quer que o retorno à elite do futebol nacional seja com uma campanha convincente, e não de sofrimento contra o rebaixamento.

Por isso, já existe a ameaça de reformulação caso os resultados no Estadual não estejam de acordo com as metas traçadas pela comissão técnica. ‘Será necessário ver o que está errado e melhorar rápido porque o Brasileiro começa logo em seguida’, informou Jorginho.

Nos planos do chefe, a tranquilidade também será maior no Paulistão. Em 2011, a equipe, que iniciou o ano sob o comando de Sérgio Guedes, conseguiu a classificação para as quartas de final somente na última rodada da primeira fase, e na oitava colocação – acabou eliminado pelo São Paulo logo na primeira etapa de mata-mata.

Na próxima temporada, a Lusa deve se reforçar como quinta força do Estado. Por isso, a superação ocorrerá somente diante dos quatro favoritos na competição, mas que podem ser batidos em confrontos diretos contra a equipe do Canindé.

‘Se colocar em termos financeiros, São Paulo, Corinthians, Palmeiras e Santos, independentemente da ordem, têm um poder financeiro melhor. Teoricamente, manteriam os times melhores e chegariam à frente. Se conseguirmos tirar um, dois ou três deles, é mérito dos jogadores’, falou Jorginho.