Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Joguei em alto nível’, diz Bellucci, após título

Por AE

Braunschweig – Melhor tenista do Brasil no ranking mundial, Thomaz Bellucci precisou deixar os torneios mais importantes do Circuito e voltar a disputar um Challenger, em Braunschweig, na Alemanha, para voltar a sentir o gostinho de ser campeão. Na decisão, neste sábado, ele bateu o alemão Tobias Kamke, 84º. do mundo, por 7/6 (7/4) e 6/3. Assim, encerrou um jejum que vinha desde 2010. “É muito bom voltar a sentir o prazer de ganhar um título”, disse ele.

Um Challenger como o de Braunschweig distribui 125 pontos ao campeão, o que coloca a competição no quinto nível entre os torneios válidos para o ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). O campeão de Wimbledon, por exemplo, vai somar 2.000 pontos.

Para Bellucci, o importante era voltar a somar pontos para, até o fim do ano, voltar a figurar entre os 40 melhores do mundo. “Meu objetivo neste segundo semestre é somar pontos para subir no ranking. Joguei em bom nível durante esta semana, ganhei ritmo para os próximos torneios no saibro e conquistei alguns pontos importantes”, completou o brasileiro.

Bellucci, que há um ano estava no 34.º lugar do ranking mundial e ficou praticamente dois anos entre os cinquenta melhores do mundo, abriu a semana em 80.º. Com o título, deve subir para o 64.º lugar. “Estou muito feliz com essa vitória. Sem dúvida, é uma motivação extra para os próximos torneios”, afirmou o brasileiro, que na segunda começa a jogar o ATP de Stuttgart, contra o jovem alemão Robin Kern, de apenas 18 anos, o 661.º do mundo.