Clique e assine a partir de 8,90/mês

Jogos Islâmicos são cancelados depois de confusão política

Por Da Redação - 18 jan 2010, 11h43

Um evento idealizado para reforçar a união dos países muçulmanos acabou sendo cancelado justamente por causa de discordâncias entre eles. A Federação da Solidariedade Islâmica (ISF), com sede na Arábia Saudita, anunciou no domingo o cancelamento dos Jogos Islâmicos, que aconteceriam em abril, no Irã, porque as autoridades do país-sede se recusaram a usar a expressão “Golfo Arábico” nas medalhas e no material de divulgação dos jogos.

A denominação das águas que separam a península arábica do Irã é uma fonte de conflito entre vários países. Segundo o Irã se trata de “Golfo Pérsico”, enquanto os países árabes só aceitam o termo “Golfo Arábico” ou apenas “Golfo”. Para avaliar o comportamento do comitê organizador iraniano, a ISF convocou no domingo uma reunião de emergência. Após o encontro, a instituição declarou que o país-sede “tomou algumas decisões sem consultar a federação” ao escrever slogans nas medalhas e nos panfletos do jogos.

“O Irã não obedeceu às regras do ISF” e “não cumpriu as decisões tomadas anteriormente em assembleia geral”, afirmou um comunicado da Federação da Solidariedade Islâmica. Após ser notificado da decisão, o comitê do Irã criticou a decisão em seu site. “Apesar dos convincentes argumentos apresentados ao ISF pelo comitê iraniando, lamentavelmente o ISF decidiu não manter os jogos que seriam sediados no Irã sem apresentar nenhuma razão lógica para isso”, disse o comitê em comunicado.

Essa seria a segunda edição dos Jogos Islâmicos, que aconteceram pela primeira vez em 2005 na cidade de Jidá, na Arábia Saudita. A segunda edição do torneio, anteriormente prevista para outubro do ano passado, já havia sido cancelada pela preocupação das autoridades árabes com a gripe A e também pela insistência de Teerã em usar o termo “Golfo Présico” e não “Golfo Arábico” ou simplesmente “Golfo”. O evento teria a participação de 38 países.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade