Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Jogos de Tóquio: Vila Olímpica registra terceiro atleta com Covid-19

Ondrej Perusic, jogador checo de vôlei de praia, testou positivo e tentará adiar sua estreia. Comitê Organizador contabiliza 62 casos ligados aos Jogos

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2021, 10h51 - Publicado em 19 jul 2021, 10h50

A quatro dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, os casos confirmados de Covid-19 vão crescendo e preocupando o Comitê Organizador. Na Vila Olímpica, três atletas já testaram positivo. O último caso ocorreu nesta segunda-feira, 19: o jogador de vôlei de praia checo Ondrej Perusic, que faz dupla com David Schweiner.

Antes dele, Thabiso Monyane e Kamohelo Mahlats, dois membros da equipe de futebol da África do Sul, já haviam testado positivo assim que entraram nas instalações. Eles estão isolados, bem como o analista de vídeo da equipe sul-africana, Mario Masha, que foi retido no aeroporto e nem chegou a entrar na Vila.

O Comitê Olímpico Tcheco (COC) anunciou em comunicado que está tentando adiar o primeiro jogo de Perusic no torneio masculino, marcado para 26 de julho. “Estamos vendo as opções que permitiriam aos jogadores entrar no torneio mais tarde, de acordo com as regras”, disse Martik Doktor, chefe da equipe olímpica do país em um comunicado.

O jogador contaminado não apresentou sintomas e se mostrou tranquilo. “Não vejo isso como o fim do mundo ainda e definitivamente não levo isso de forma trágica. Foi muito mais importante para mim pessoalmente me classificar para as Olimpíadas e provei a mim mesmo que consegui.” Em sua última postagem no Instagram, no dia 9 de junho, Perusic e o parceiro Schweiner. celebraram o fato de terem recebido a segunda dose da vacina.

  • Também nesta segunda-feira, fora da Vila, a USA Gymnastics, a federação americana de ginástica, confirmou que uma atleta reserva da equipe, cuja identidade não foi revelada, também testou positivo. O caso foi registrado na cidade de Inzai, onde o time vem treinando. Um dia antes, a imprensa japonesa já havia notificado o caso, dizendo se tratar de uma “adolescente”, o que excluiu a possibilidade se tratar de Simone Biles, de 24 anos, uma das maiores estrelas dos Jogos.

    Até o momento, já foram registrados 62 casos de Covid-19 em pessoas ligadas aos Jogos Olímpicos, sendo 33 residentes no Japão e 29 que vieram de fora, segundo a porta-voz do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Masa Takaya. Em entrevista coletiva diária, ela explicou os protocolos que devem ser seguidos pelos atletas sul-africanos na Vila Olímpica e pelas 51 pessoas com quem tiveram contato.

    “Atletas têm que ficar em seus quartos sozinhos, refeições serão levadas até eles para evitar outros contatos. As pessoas que tiveram contato direto com eles têm que usar meio de transporte exclusivos até locais de competição e treinos. Todos fazem testes diários”, disse a porta-voz. “Gostaria de acrescentar também que, antes dos treinos e das competições, seis horas antes, um novo teste PCR deverá ser realizado pelos atletas. Se o resultado for negativo, poderão participar da competição.”

    O Comitê não detalha quantos dos 62 contaminados são atletas. Sabe, no entanto, que o sul-coreano Ryu Seung-Min, ex-atleta e campeão olímpico do tênis de mesa, foi o primeiro membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) a testar positivo, ainda no aeroporto de Narita. A abertura da Olimpíada, o primeiro a ser realizado sem a participação de torcida, acontece no dia 23, no Estádio Nacional de Tóquio.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade