Clique e assine a partir de 9,90/mês

Jogo entre Nigéria e Irã marca estreia de Curitiba

Africanos tentam vencer antes de encarar Bósnia e Argentina; partida será na Arena da Baixada, estádio criticado pela Fifa por atrasos

Por Da Redação - 16 jun 2014, 11h26

Atual campeã africana, a Nigéria enfrenta o Irã nesta segunda-feira às 16 horas em Curitiba. A partida que marca a estreia da Arena da Baixada na Copa é válida pelo grupo F, o de Argentina e Bósnia.

O estádio de Curitiba e o de São Paulo foram os últimos entre os 12 utilizados pela Copa do Mundo a ficar pronto. Com capacidade para 38.533 torcedores, a reforma da Arena da Baixada custou 330 milhões de reais – 8.564 reais por assento.

Leia também:

A reforma na Arena da Baixada

Fifa dá prazo final à Arena da Baixada

Guia da Copa: Nigéria, As Superáguias

Continua após a publicidade

Guia da Copa: Irã, Seleção Nacional

Liderados pelo capitão John Obi Mikel, que atua no Chelsea, a Nigéria esteve no Brasil em 2013 para a Copa das Confederações, mas acabou eliminada logo na primeira fase ao perder para Uruguai e Espanha. Além disso, os últimos amistosos da equipe do técnico Stephen Keshi não foram animadores – empates contra Suécia (2 a 2) e Grécia (0 a 0) e derrota para os Estados Unidos (2 a 1). Para a partida desta segunda, que pode dar tranquilidade aos nigerianos antes de enfrentar Bósnia e Argentina na primeira fase, o técnico Keshi terá à disposição todos os jogadores convocados.

Os iranianos chegam ao Brasil após diversos problemas na preparação para a Copa. O treinador português Carlos Queiroz lutou contra a falta de recursos da Federação Iraniana de Futebol e a dificuldade em organizar partidas contra seleções de destaque. Mesmo assim, Queiroz confia nos jogadores. “Não tenho dúvidas sobre eles, estão prontos. Desejam dar 100% e trabalhar duro para conseguir resultados.”

A vitória iraniana seria uma zebra: em três participações em Copas (1978, 1998 e 2006), a seleção soma seis derrotas, dois empates e apenas uma vitória.

(Com agência AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade