Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogadores veem Furacão mais forte para sair da posição que ‘não merece’

A vitória em casa sobre o Ceará encheu o Atlético-PR de confiança. Próximos da saída da zona de rebaixamento – o time está a um ponto do Vozão, primeira equipe fora do grupo dos quatro piores-, os jogadores rubro-negros tentam manter os pés no chão, mas veem o Furacão cada vez mais forte na luta contra a degola.

‘Não podemos nos acomodar com nenhuma vitória. Teremos que provar dia após dia que podemos tirar nosso time dessa situação. Vencemos justamente um adversário direto, que está a apenas um ponto de nós na classificação. Vitórias como essa trarão confiança ao grupo e a cada vez que sairmos de campo com os três pontos, nos tornaremos ainda mais fortes’, disse Guerrón, um dos destaques da equipe rubro-negra, no triunfo deste domingo.

Desde o início do Brasileirão lutando contra o rebaixamento – o Furacão teve o pior começo de campeonato da história dos pontos corridos -, o meio-campista Marcelo Oliveira entende que a equipe deve manter-se unida para conseguir tirar o Atlético-PR de uma posição que o jogador considera ser injusta.

‘O clima é de união e muita fé, porque nós sabemos que nosso grupo não foi montado para estar onde está. Mas virar o turno lá embaixo complica. No começo foram dez jogos e não conseguimos vencer. Agora estamos correndo atrás e vamos lutar até o fim para sair dessa, porque o Atlético-PR não merece cair’, disse.

Agora com 31 pontos ganhos, o Furacão volta a campo apenas no próximo sábado, quando enfrentará o Santos, no estádio do Pacaembu.