Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Jogadores tentam explicar motivos da fase ruim do Cruzeiro

Por Da Redação 8 set 2011, 18h10

O armador Roger afirmou, nesta quinta-feira, que o principal problema do Cruzeiro encontra-se no ataque. O jogador acredita que a alta rotatividade de atletas atuando no setor ofensivo da Raposa tem prejudicado o time celeste. Segundo ele, a falta de uma dupla de ataque definida é a razão dos seguidos resultados ruins que o time vem tendo no Campeonato Brasileiro.

‘Temos tido muitos desfalques. Os atacantes mudaram demais este ano. Precisam de ritmo de jogo. O Keirrison chegou agora, o Anselmo veio de uma equipe menor. Brandão chegou e saiu. Farias não está jogando. Thiago foi embora e Wallyson quebrou a perna. É uma situação complicada porque a gente ainda não encontrou uma dupla de ataque fixa e está sofrendo com isso. Temos jogadores de qualidade, mas com uma rotatividade muito grande’, declarou.

Outro jogador que tentou encontrar explicações para a fase ruim do Cruzeiro foi o volante Marquinhos Paraná, lembrando que o time celeste, mesmo quando vence, não tem atuado bem. Ao contrário de Roger, o volante da Raposa foi mais incisivo nas críticas e apontou que a melhora da equipe deve ocorrer em todos os setores.

‘Estamos preocupados há muito tempo. Faz tempo que a equipe não mostra um bom futebol. Quando vencia, estava apertado. Só vencemos dois jogos bem, contra o Vasco e Avaí. Temos que melhorar em todos os aspectos’, frisou.

Continua após a publicidade
Publicidade