Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Jogadores se reapresentam no aeroporto e Flu parte para a Argentina

Por Da Redação 16 abr 2012, 13h46

Nesta segunda-feira, um dia após a eliminação na Taça Rio, os jogadores do Fluminense se reapresentaram diretamente no aeroporto e já embarcaram para a Argentina, onde na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), enfrentam o Arsenal de Sarandí pela última rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores. Com 12 pontos conquistados, dois a mais que o Boca Juniors, o Tricolor garante a primeira posição da chave em caso de triunfo. Se tropeçar, fica na torcida para que o Boca Juniors não consiga derrotar, em La Bombonera, o já eliminado Zamora.

O Fluminense vai entrar em campo contra o Arsenal já sabendo o que precisa fazer, inclusive, para ficar em primeiro lugar na classificação geral, que lhe daria o direito de fazer todas as partidas de volta a partir das oitavas de final em casa. O Tricolor disputa diretamente com o Vélez Sarsfield, que também soma 12 pontos no Grupo 7 e que nesta terça-feira recebe o Defensor, do Uruguai, na Argentina. Caso o Vélez vença a situação do Fluminense se complica, pois os argentinos fariam saldo positivo de seis, no mínimo, contra dois dos tricolores.

‘Independentemente do que acontecer na partida do Vélez ou de qualquer outro primeiro colocado, temos que tentar ganhar do Arsenal e conseguir a melhor pontuação possível, pois muitas coisas podem acontecer na disputa da Copa Libertadores a partir das oitavas de final’, afirmou o técnico Abel Braga, que não quis antecipar a escalação que mandará a campo.

Por conta da eliminação na Taça Rio, o Fluminense terá que enfrentar o Macaé no próximo sábado, às 15h30 (de Brasília), pelo Troféu Luiz Penido, prêmio de consolação para quem ficou de fora das semifinais.

O Tricolor vai escalar neste duelo uma equipe de juniores, reforçada por reservas dos profissionais.

Continua após a publicidade

Publicidade