Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Jogadores se irritaram com técnico do Barcelona, diz jornal

Métodos de Luis Enrique são criticados depois da segunda derrota consecutiva

Por Da Redação 3 nov 2014, 09h16

Depois de duas derrotas consecutivas no Campeonato Espanhol, para o Real Madrid (3 a 1, fora de casa) e Celta de Vigo (1 a 0, no Camp Nou), o Barcelona perdeu a liderança da competição – o que deixou o técnico Luis Enrique em situação delicada. As derrotas ocorreram bem no momento em que Luis Enrique passou a contar com seus três astros juntos: Neymar, Lionel Messi e Luis Suárez, que voltou de suspensão. De acordo com o jornal As, de Madri, o trabalho do treinador não tem agradado nem aos torcedores, nem aos atletas. Reportagem publicada nesta segunda-feira afirma que “um grupo importante de jogadores” está insatisfeito com Luis Enrique. O problema começou após a derrota para o arquirrival. Segundo o jornal, alguns atletas acham que não se prepararam como deveriam para a partida no Estádio Santiago Bernabéu e que o técnico não deixou claro seu plano de jogo para o aguardado duelo – em que o Real acabou sendo bem superior, principalmente no segundo tempo.

Leia também:

Barcelona, o clube que mais forma atletas de primeiro nível

Em livro, Suárez explica discussão com Evra: ‘Não sou racista’

Depois de derrota no clássico, Neymar é chamado de cai-cai

Real fura a defesa do Barça, vira o placar e vence o clássico

Um exemplo é a entrevista dada pelo defensor Mathieu a uma emissora francesa – o atleta se disse surpreso por ter sido escalado como lateral. Sua entrevista não foi uma crítica direta ao técnico, mas deixou claro que o francês não tinha ideia de que poderia mudar de posição no clássico. E não é apenas a forma de Luis Enrique montar o time que incomoda o elenco. O método de trabalho do treinador, sem muito contato direto com os jogadores, é algo com o qual o grupo não consegue se adaptar. “Não há aproximação alguma, ele não fala com ninguém do time”, contou um jogador ouvido pelo As. O nome do atleta não foi divulgado. A disciplina exigida pelo técnico, com direito a multas por pequenos atrasos em treinamentos, também não agrada aos jogadores, que gostariam de ter mais diálogo, como ocorria com Pep Guardiola, Tito Vilanova e Tata Martino. O próximo compromisso da equipe será contra o Ajax, na quarta-feira, pela quarta rodada do Grupo F da Liga dos Campeões.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade