Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Jogadores exaltam luta e veem Brasil em bom momento

Por Da Redação 12 out 2011, 08h49

Por AE

Torreón – Os jogadores brasileiros ressaltaram a luta da seleção para conseguir a virada na partida contra o México, na noite de terça-feira, em Torreón. Com um jogador a menos após a expulsão de Daniel Alves no final do primeiro tempo, a equipe reverteu a vantagem do adversário na segunda etapa e triunfou por 2 a 1. Para Ronaldinho Gaúcho, o triunfo foi especial pelas dificuldades enfrentadas e mostra que o Brasil está em um bom momento.

“Acho que estamos em um momento legal. Dois jogos com a Argentina e um título, depois, a Costa Rica, quando não jogamos bem, mas vencemos. Hoje, um jogo difícil, contra uma seleção que joga há muito tempo junta e estava invicta. Estávamos com um jogador a menos, o que complica, então foi um sabor especial vencer um jogo desses, fora de casa e com estádio cheio”, disse, em entrevista à TV Globo.

Sem marcar pela seleção brasileira desde 2007, Ronaldinho Gaúcho encerrou o seu jejum ao fazer o gol em cobrança de falta que empatou o duelo de terça-feira. “Venho treinando muito, nos outros jogos quase entrou. Tive a felicidade de fazer ogol e espero continuar nesse ritmo, para dar alegria ao torcedor brasileiro”, disse.

Diante do México, o Brasil viu o adversário abrir o placar no começo do primeiro tempo com um gol contra de David Luiz e perdeu Daniel Alves, expulso após cometer pênalti, que foi defendido por Jefferson. Por isso, o lateral-esquerdo Marcelo, que marcou o segundo gol da equipe, avaliou que o triunfo premiou a luta da seleção para superar as adversidades.

“Fico muito feliz de ter feito o gol, ter ajudado a seleção com o gol da vitória. O importante é que a seleção está unida. Perdemos um jogador no início e não paramos de correr ou ficamos olhando a bola. Acho que a vitória foi justa, a gente mereceu”, disse. “A seleção tem que ter esse espírito em todos os jogos”, completou.

A seleção brasileira volta a jogar em 11 de novembro, em Libreville, contra a seleção do Gabão. Além disso, a equipe deverá encarar o Egito no dia 14 de novembro, em Doha. A disputa deste amistoso ainda não foi oficializada pela CBF, mas a Fifa já confirmou a realização da partida.

Continua após a publicidade

Publicidade