Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Jogadores do Furacão lamentam apagão e já pensam no final de semana

Por Da Redação 1 mar 2012, 00h20

O Atlético Paranaense começou o segundo turno do Campeonato Paranaense 2012 jogando mal e com derrota para o Londrina, por 3 a 0, no Estádio do Café. O placar poderia ser mais elástico não fossem as intervenções do goleio Rodolfo, que deu os méritos ao Tubarão, que teve um resultado incontestável.

‘Tem que trabalhar para não acontecer mais isso, não pode. Cada jogo é um jogo. Minha defesa não teve falhas. Eles tiveram a chances e fizeram. Trabalhei bastante, fiz minha parte. Eles forma superiores e saíram com a vitória’, analisou o jogador, que espera que o grupo retome rápido o foco. ‘Agora é levantar a cabeça trabalhar para continuar o segundo turno bem’, completou.

O atacante Léo lamentou o apagão generalizado e já pensa no duelo diante do Operário, sábado, na Vila Capanema. ‘Deu tudo errado no nosso time, estávamos irreconhecíveis. Não conseguimos criar e fazer boas jogadas. Vamos continuar trabalhado e no final de semana dar a volta por cima. Perdemos na hora certa’, avaliou.

Experiente, o meia Marcinho acredita que o jogo foi uma exceção e o time tem condições de reverter. ‘Temos um grupo bem consciente que a cada dia tem que ganhar. Essa derrota não era o que a gente esperava, até por termos dois jogos dentro de casa na sequência. Entramos em campo para vencer, mas não fomos felizes. Acredito que no sábado possamos voltar a fazer o que o professor Carrasco pediu’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade