Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogadores do Fluminense pregam tranquilidade após derrota em casa

Era para ser uma festa no estádio no Engenhão. Mas o Boca Juniors atrapalhou os planos do Fluminense, já que o time argentino ganhou por 2 a 0 e impediu o Tricolor de garantir por antecipação a primeira colocação do Grupo 4 da Copa Libertadores.

Até mesmo isso está ameaçado, pois caso seja derrotado pelo Arsenal na rodada final, na Argentina, e o Boca vença o Zamora, da Venezuela, os brasileiros perderão a primeira posição da própria chave. Porém, o discurso do Fluminense após o jogo era o de tranquilidade, já que a maioria do elenco considera que a derrota veio na hora certa.

‘Perdemos esse jogo, mas estamos classificados para as oitavas de final e ainda temos chances de garantir a primeira colocação na classificação geral. Além disso, serve para ficarmos em alerta na próxima fase, quando isso não pode acontecer de jeito nenhum’, disse o meia Thiago Neves.

Para Fred, o resultado não pode fazer com que se esqueça a boa campanha do Tricolor nesta Libertadores. ‘Claro que ninguém gosta de perder, ainda mais em casa e com a torcida comparecendo em grande número. Mas não há motivo para desespero. Vamos levantar a cabeça, pois ainda temos um confronto por essa etapa contra o Arsenal e queremos a primeira colocação’, disse o artilheiro.

Antes de enfrentar o Arsenal, o Fluminense tem mais um jogo decisivo no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), quando encara o Olaria, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela última rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Para se classificar às semifinais, o Tricolor tem que vencer e torcer por tropeços de Bangu ou Vasco, que encaram Resende e Nova Iguaçu, respectivamente. O elenco realizou um treino regenerativo nesta quinta-feira e a definição da equipe que encara o Olaria ficou para o trabalho programado para a manhã desta sexta-feira.