Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogadores do Cruzeiro reclamam de gramado e lamentam empate

O Cruzeiro não conseguiu fazer uma grande exibição nesta quarta-feira, contra a Chapecoense, mas na avaliação do volante Leandro Guerreiro, o gol marcado na casa do adversário, no empate por 1 a 1, foi importante para a equipe celeste. O jogador revelou que o objetivo era eliminar o jogo de volta, e lamentou o estado do gramado, da Arena Condá, que segundo ele, prejudicou a Raposa.

‘A gente queria matar o jogo de volta, mas não deu. A gente esforçou muito, mas não deu, até pelo estado do gramado, muito ruim. Mas a gente sabe que tem que encarar e passar por cima de tudo. Apesar do resultado, a gente saiu perdendo, empatou o jogo e o gol fora de casa vale muito. Agora é dar sequência. A gente leva uma pequena vantagem pelo gol fora de casa’, declarou.

O atacante Wellington Paulista também reclamou bastante do estado do gramado, que para o jogado, prejudicou muito o Cruzeiro. O atleta alegou que o domínio da bola foi difícil e, por estes fatores, o avante considerou que o empate não foi tão ruim assim para o time celeste. A equipe decidirá a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, na Arena do Jacaré, na próxima semana.

‘Um campo horrível. Para ser sincero, não tem condições de jogar futebol em um campo destes, mas sabíamos que seria assim. Viemos para cá para tentar vencer o jogo e conseguimos um empate. A bola estava quicando bastante, difícil dominar a bola, e ainda bem que não saímos derrotados’, concluiu o centroavante.