Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Jogadores do Caxias comemoram título da Taça Piratini

Por Da Redação 1 mar 2012, 00h45

Há quatro anos uma equipe do interior não chegava à final do Campeonato Gaúcho. A última vez havia sido em 2008, com o Juventude. O título da Taça Piratini, conquistado nos pênaltis após um empate em 1 a 1 com o Novo Hamburgo, recoloca o Caxias na decisão do Gauchão, 12 anos depois da histórica decisão vencida diante do Grêmio, em 2000. Tal fato, que já entrou para a história do clube, foi motivo de grande comemoração dos atletas grenás.

‘Estamos muito felizes. Merecemos esse título, por tudo o que fizemos até aqui no campeonato. Agora é comemorar’, afirmou o lateral Michel, eufórico. O goleiro Paulo Sérgio, que defendeu mais um pênalti (domingo, contra o Grêmio, também havia conseguido), destacou a dificuldade da conquista: ‘foi sofrido. É um título que merece ser bem comemorado’.

O depoimento mais emocionado foi do zagueiro Lacerda, capitão do Caxias. Antes de erguer a Taça Piratini, o defensor dedicou o título à família, em especial a seu pai, falecido em janeiro, em um acidente de carro: ‘É uma pena ele não poder ver isso, mas aonde quer que ele esteja, sei que está comemorando’, disse, emocionado.

Publicidade