Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogadores da Espanha são acusados de fraude fiscal

Capitão Casillas teve de pagar 2 milhões de euros para se acertar com o fisco

O argentino Lionel Messi não foi o único jogador a ter problemas com o fisco espanhol. De acordo com o jornal La Vanguardia, três integrantes da seleção espanhola terão de dar explicações por suspeita de fraudes financeiras: o goleiro Iker Casillas, o volante Xabi Alonso (ambos do Real Madrid) e o atacante David Villa (do Atlético de Madri). Capitão da seleção, Casillas fará um acordo, pois a Fazenda não encontrou indícios de má fé – por “discrepâncias na interpretação das normas”, o goleiro teve de pagar 2 milhões de euros (pouco mais de 6 milhões de reais) para ter sua situação regularizada.

Leia também:

Pai de Messi é suspeito de ligação com o tráfico, diz jornal

Messi paga R$ 15,5 mi após as acusações de fraude fiscal

Espanha: Messi comparece a audiência sobre sonegação fiscal

Larissa Riquelme: ‘Messi me ofereceu dinheiro em troca de sexo’

Villa e Xabi Alonso, no entanto, devem enfrentar os tribunais, assim como fez Lionel Messi, do Barcelona. O caso do argentino é muito mais grave: a mídia espanhola calcula que Messi terá de pagar mais de 35 milhões de euros (108 milhões de reais) para quitar suas dívidas com a justiça espanhola. Ele teria depositado este valor, referente a direitos de imagem, em paraísos fiscais.A acusação de fraude fiscal surgiu em junho de 2013, quando um procurador do estado da Catalunha abriu uma ação judicial que denunciava o argentino e o pai por três crimes contra a Receita.