Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Joel lamenta crítica de Caio Júnior: ‘Com minha história vou bater boca?’

Por Da Redação - 6 out 2011, 14h09

Na luta para ajudar o Bahia a subir na tabela do Campeonato Brasileiro, Joel Santana enfrentará neste próximo sábado Botafogo, seu último clube. Após deixar Caio Júnior no comando do time Alvinegro, Joel foi criticado pelo seu substituto e não perdeu a chance de responder ao rival desta 28rodada.

Caio Júnior afirmou que antes de chegar ao Botafogo, o clube carioca jogava somente com uma postura ofensiva. Ciente da crítica, Joel Santana se esquivou do assunto e lembrou o tamanho de seu currículo para fundamentar sua postura.

‘Meu nome é Joel Santana. Sou o Rei do Rio. Sou o maior conquistador de títulos. Com meus títulos, minha história, vou ficar batendo boca com Caio Júnior ou algum outro?’, questionou o técnico, em entrevista ao Jornal Extra. ‘De repente, depois do jogo, ele paga um churrasco pra mim na Estrela do Sul. Não gosto de fofoca. Sou pai de família’, continuou o técnico.

Após deixar o comando do Botafogo, Joel Santana conversou com Caio Júnior sobre as condições do time naquela ocasião e não escondeu sua indignação com a atitude do rival.

Publicidade

‘Fiquei surpreso com essa declaração. Vamos fazer de conta que foi uma topada, né? No meu currículo, não há espaço para isso. Pelo amor de Deus. Quem vai me contestar? Alguém contesta o Zagallo, o Parreira e o Felipão? Alguém vai contestar o Anderson Silva só porque ele tem voz fina? O cara é o cara. Quando a gente chega perto de ser perfeito, vem alguém tentando arrumar defeito’, disse Joel.

Neste próximo sábado, o Botafogo enfrentará o Bahia em São Januário, devido à apresentação do jovem Justin Bieber. Questionado se conversaria com Caio Júnior antes da partida, Joel Santana negou qualquer possibilidade de encontrar o rival. ‘Não cumprimento nem jogador! Como vou dizer boa sorte pra ele? Você acha que vou desejar sorte ao outro time? Isso é uma falsidade’, encerrou.

Publicidade