Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Joel decreta o fim de Ronaldinho no Flamengo: Não existe mais’

O capítulo da história do Flamengo que tem o meia Ronaldinho Gaúcho como protagonista teve o seu fim definitivo para o técnico Joel Santana. Nesta quinta-feira, o treinador comandou a equipe após a saída do jogador pela primeira vez e conquistou uma vitória por 2 a 0 sobre a seleção do Paiuí, em amistoso realizado em Teresina.

Sem mostrar preocupação com o futuro do atleta, o comandante procurou deixar claro que a trajetória do armador no clube já ficou no passado e que a sua única prioridade é a reestruturação do time que tem em mãos.

‘Acabou. Não adianta ficar falando de uma coisa que não existe mais. Tem que virar a página. Vamos pensar nos jogadores que estão aqui. É uma pena, porque a diretoria fez um esforço grande. Não gostaríamos que fosse assim, mas temos que pensar em novos valores. Thomas, Muralha, Luis Antonio. É esse grupo que a gente tem’, destacou Joel Santana, em entrevista à ‘Rádio Globo’.

Embora nunca tenham admitido publicamente, a relação entre Ronaldinho e Joel Santana apresentou certo atrito após a eliminação no Campeonato Carioca e na Copa Libertadores deste ano. O treinador temia sofrer uma possível retaliação se cobrasse maior empenho do jogador durante os treinamentos e condicionasse a sua participação nas partidas ao seu desempenho nas atividades realizadas na Gávea.

No último sábado, Joel Santana perdeu a paciência com a apatia do seu então camisa 10 e substituiu Ronaldinho Gaúcho pela primeira vez. O atleta nunca havia deixado uma partida desde que chegou ao clube e viu o quarto árbitro indicar a alteração que o tirava de campo para a entrada de Deivid durante o segundo tempo. Sua saída de campo determinou o fim de suas atuações com a camisa do Flamengo e foi marcada por uma sonora vaia dos torcedores que compareceram ao empate por 3 a 3 com o Internacional, no Engenhão.

Ciente de que a pressão sobre os jogadores que permaneceram para defender o Rubro-Negro no Brasileiro só tende a aumentar, Joel procurou dar todo o apoio aos seus comandados e pediu para que a negativa passagem do meia seja mantida apenas no passado.

‘Não pensamos em nada e nem nos falamos. Foram 24 horas na novela Ronaldo. Fui surpreendido de manhã e à tarde. Temos que pensar nos nossos jogadores. Não vamos pensar em coisas que não estão fazendo bem. Essa torcida que nos assistiu merece todo nosso respeito. Agora, vamos nos preparar para o jogo contra a Ponte Preta’, concluiu.