Clique e assine a partir de 9,90/mês

Jóbson é suspenso por mais seis meses e só poderá voltar em 2012

Por Da Redação - 14 set 2011, 15h11

Após três adiamentos, a Corte Arbitral do Esporte (CAS) finalmente divulgou o resultado do julgamento do atacante Jóbson. Pego no exame antidoping quando defendia o Botafogo, em 2009, por uso de crack, o jogador foi suspenso por um ano. Como já cumpriu seis meses de pena, o atleta só poderá voltar a atuar em março de 2012.

Os testes que levaram Jóbson ao tribunal aconteceram nas partidas contra Coritiba e Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro de 2009. Pela reincidência, o atacante poderia até mesmo ser banido do esporte, mas o CAS optou por uma pena intermediária, também não aceitando a liberação imediata do atleta.

O julgamento na corte máxima do esporte mundial aconteceu porque o CAS não concordou com a pena imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ao jogador. Primeiramente, o STJD puniu o atacante com dois anos de suspensão, mas acabou diminuindo este período para seis meses.

O último clube em que Jóbson atuou foi o Bahia, da onde foi dispensado por indisciplina em agosto. Vinculado ao Botafogo, o jogador está fora dos planos do clube carioca, e por isso assinou um pré-contrato com o Grêmio-SP.

Continua após a publicidade

No clube paulista o jogador teria o auxílio do técnico Estevam Soares, com quem trabalhou no alvinegro carioca. No entanto, uma proposta do Ceará fez com que Estevam deixasse o Grêmio-SP na última terça-feira. Assim, Jóbson pode voltar a trabalhar com René Simões, treinador que o dispensou do Bahia e que, agora, está perto de fechar com a equipe de Barueri.

Publicidade