Clique e assine com 88% de desconto

Jô cobra cautela e rechaça clima de euforia no Atlético-MG

Por Da Redação - 26 jul 2012, 12h58

O atacante Jô reconhece que a campanha do Atlético-MG no Brasileiro é boa, com 83% de aproveitamento, nove vitórias em 11 jogos, mas o jogador afirma que a empolgação não pode chegar até os atletas, principalmente aos mais novos. O avante acredita que o elenco tem que manter os pés no chão para evitar uma queda de rendimento repentina.

‘É inevitável a gente ver a euforia de todos, mas quem tem um pouquinho mais de experiência tem passado para os mais novos não se empolgarem. Do mesmo jeito que chegamos lá em cima, podemos cair em algumas rodadas. Tem que esquecer fora de campo e manter os pés no chão’, declarou.

Para o atacante atleticano, o ponto positivo na campanha alvinegra é que a equipe passa a ser mais respeitada pelos adversários. De acordo com Jô, porém, o time tem que continuar 100% focado em conquistar as vitórias. ‘Nosso discurso sempre foi de humildade, de ter consciência que não conseguimos nada ainda. Estamos felizes com a liderança, e a torcida empolgada, mas cada jogo vale três pontos importantes’, disse.

Jô prega respeito ao Santos, adversário desta quinta, mas deixa claro que tem o objetivo de ser campeão e também artilheiro do Brasileiro. ‘Atacante tem que colocar metas na carreira, e a minha é ser artilheiro. Sempre fiz gols nas equipes por onde passei, e aqui não é diferente. Hoje o objetivo maior é ser campeão’, frisou.

Publicidade