Clique e assine a partir de 9,90/mês

Jenson Button vence o GP da Hungria

Por Dimitar Dilkoff - 31 jul 2011, 15h07

O britânico Jenson Button, da McLaren, comemorou sua 200ª corrida na Fórmula 1 vencendo o Grande Prêmio da Hungria, neste domingo.

No circuito de Hungaroring, onde Button venceu sua primeira prova na Fórmula 1 há cinco anos, o piloto de 31 anos cruzou a linha de chegada apenas 3.588 segundos à frente do alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, líder do campeonato.

“A corrida foi perfeita, rapazes. Ainda mais perfeita porque foi antes da pausa do verão (do Mundial). Quando voltarmos, vamos ganhar todas”, vibrou um eufórico Button pelo rádio aos membros da sua equipe na última volta.

O espanhol Fernando Alonso chegou com sua Ferrari na terceira posição. Para ele, o terceiro lugar foi um prêmio de consolação para uma prova complicada, já que a Ferrari não conseguiu antecipar as mudanças climáticas e o piloto enfrentou dificuldades com a pista molhada pela chuva nas últimas 20 voltas.

Mas o grande personagem da corrida foi Hamilton, que largou em segundo no grid e liderou a prova por um longo período. O britânico, no entanto, foi apanhado por uma sucessão de erros estratégicos – quando ele escolheu pneus errados numa mudança brusca nas condições climáticas – e uma decisão equivocada que o puniu com uma passagem pelos boxes após perder o controle do carro.

O britânico foi parar na sexta posição na prova e então partiu para cima do brasileiro Felipe Massa, conseguindo terminar a prova em quarto.

Massa terminou em sexto. Já Rubens Barrichello ficou na 13ª colocação.

Vettel, atual campeão da modalidade, tem agora uma vantagem de 85 pontos na liderança do campeonato sob o segundo colocado, o seu colega de equipe, o australiano Mark Webber.

Resultados do GP da Hungria de Fórmula 1:

1. Jenson Button (GBR) McLaren (velocidade média: 172.416 km/h) – 1hr 46min 42.337 seg.

2. Sebastian Vettel (ALE) Red Bull – 3.588 seg.

3. Fernando Alonso (ESP) Ferrari – 19.819 seg.

4. Lewis Hamilton (GBR) McLaren – 48.338 seg.

5. Mark Webber (AUS) Red Bull – 49.742 seg.

6. Felipe Massa (BRA) Ferrari – 1:23.176 seg.

7. Paul di Resta (ESC) Force India – 1 volta.

8. Sebastien Buemi (SUI) Toro Rosso – 1 volta.

9. Nico Rosberg (ALE) Mercedes GP) – 1 volta.

10. Jaime Alguersuari (ESP) Toro Rosso – 1 volta.

11. Kamui Kobayashi (JPN) Sauber – 1 volta.

12. Vitaly Petrov (RUS) Lotus-Renault – 1 volta.

13. Rubens Barrichello (BRA) Williams F1 – 2 voltas.

14. Adrian Sutil (ALE) Force India – 2 voltas.

15. Sergio Perez (MEX) Sauber – 2 voltas.

16. Pastor Maldonado (VEN) Williams F1 – 2 voltas.

17. Timo Glock (ALE) Virgin Racing – 4 voltas.

18. Daniel Ricciardo (AUS) Hispania – 4 voltas.

19. Jerome d’Ambrosio (BEL) Virgin Racing – 5 voltas.

20. Vitantonio Liuzzi (ITA) Hispania – 5 voltas.

Não completaram a prova:

Jarno Trulli (ITA/Lotus): problema mecânico na 18ª volta.

Continua após a publicidade

Nick Heidfeld (ALE/Lotus-Renault): 24ª volta.

Michael Schumacher (ALE/Mercedes GP): problema mecânico na 27ª volta.

Heikki Kovalainen (FIN/Lotus): problema mecânico na 56ª volta.

Classificação geral:

Pilotos:

1. Sebastian Vettel (ALE) 216.0 pontos.

2. Mark Webber (AUS) 139.0.

3. Lewis Hamilton (GBR) 134.0.

4. Fernando Alonso (ESP) 130.0.

5. Jenson Button (GBR) 109.0.

6. Felipe Massa (BRA) 62.0.

7. Nico Rosberg (ALE 46.0.

8. Nick Heidfeld (ALE) 34.0.

9. Vitaly Petrov (RUS) 32.0.

10. Michael Schumacher (ALE) 32.0.

11. Kamui Kobayashi (JPN) 27.0.

12. Adrian Sutil (ALE) 18.0.

13. Jaime Alguersuari (ESP) 9.0.

14. Sergio Perez (MEX) 8.0.

15. Sebastien Buemi (SUI) 8.0.

16. Rubens Barrichello (BRA) 4.0.

17. Paul di Resta (ESC) 2.0.

Construtores:

1. Red Bull 355.0 pontos.

2. McLaren 243.0.

3. Ferrari 192.0.

4. Mercedes GP 78.0.

5. Lotus-Renault 66.0.

6. Sauber 35.0.

7. Force India 20.0.

8. Toro Rosso 17.0.

9. Williams F1 4.0.

Continua após a publicidade
Publicidade