Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jadson minimiza falta de adaptação e diz que escolheu treino isolado

Apesar de demonstrar abatimento e até incômodo ao falar rapidamente sobre seu veto ao jogo desta quarta-feira após o treino de segunda-feira, Jadson, por meio do site oficial do São Paulo, avisou que foi uma opção sua não viajar a Belém para passar a semana treinando no CT da Barra Funda. E descartou a falta de adaptação ao Brasil como culpada pelo mau desempenho, como avalia Emerson Leão.

‘Não adiantar ficar arranjando desculpas para as coisas. Tenho que trabalhar forte, pois tudo vai melhorar com o tempo. Se Deus quiser, tudo vai melhorar’, falou o camisa 10, que chegou ao São Paulo por R$ 16 milhões (divididos entre R$ 9 milhões e a cessão de 30% dos direitos econômicos de Wellington) após sete anos no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Antes da conversa ocorrida durante a manhã de segunda-feira que definiu o trabalho específico do meia, Leão já havia citado em entrevista coletiva no domingo a possibilidade de o jogador, com passagem pela Seleção Brasileira, não ‘estourar’ no Tricolor. Até por isso, substituiu-o em todos os seus oito jogos pelo clube, três deles no intervalo.

O técnico informou que tirou Jadson da viagem ao Pará para que ele treinasse e se tornasse um ‘novo jogador’ no clube. O atleta, entretanto, avisa que teve participação na decisão, preferindo ficar em São Paulo a ser escalado como titular novamente e ter outra atuação apática.

‘O Leão me chamou para conversar. Foi uma conversa muito amigável. Ele falou para eu ficar esta semana em São Paulo para fazer um treinamento mais forte. Disse para eu pensar e ver o que era melhor. Então decidi ficar aqui e me comprometi com ele’, comentou o jogador, que prevê estar à disposição para atuar no domingo. ‘Vou treinar forte para chegar bem contra a Portuguesa.’

A programação especial de Jadson começou com um treino físico e técnico na segunda-feira ao lado de quem não foi titular no domingo, contra o XV de Piracicaba – apesar de o camisa 10 ter começado o jogo. Nesta terça-feira, o treino foi em dois períodos. Nesta quarta-feira, o camisa 10 trabalha pela manhã e retoma atividades de manhã e à tarde no dia seguinte. Na sexta-feira, deve se juntar aos titulares.

Todo o trabalho de Jadson nesta semana é realizado sob a supervisão do preparador físico Sérgio Rocha, assim como o de outros que não foram relacionados para enfrentar o Independente-PA, como o zagueiro João Filipe. É a segunda vez que o ex-atleta do Shakhtar tem treinos específicos. Após ser apresentado, o meia teve um ‘mutirão’ de profissionais indicado por Leão, mas não deu bons resultados em campo.

Além de não armar a equipe como o treinador e a diretoria esperavam ao contratá-lo, Jadson despertou irritação na torcida também por ter perdido pênalti na derrota por 1 a 0 para o arquirrival Corinthians. Depois, ele converteu um pênalti no empate por 3 a 3 com o Bragantino, marcando seu único gol até agora pelo São Paulo.