Ituano vence fora de casa e leva Comercial à lanterna

Por Da Redação - 10 mar 2012, 17h55

O Ituano aproveitou a péssima fase do Comercial para dar um importante passo para se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Paulista. Neste sábado, o clube de Itu ignorou a missão de atuar no estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto, para impor o placar de 1 a 0, gol do zagueiro Anderson Salles, de pênalti.

Com 14 pontos, o Ituano abre cinco de vantagem em relação à zona da degola. A equipe do técnico Roberto Fonseca contabiliza a quarta vitória no Campeonato Paulista, a segunda como visitante.

Sob a direção do experiente Geninho, o Comercial, por sua vez, completa o décimo jogo sem vitória no torneio e permanece com sete pontos. Para piorar, a agremiação de Ribeirão Preto cai para a última posição no Estadual, já que o XV de Piracicaba goleou, de forma surpreendente, o Linense neste sábado.

Na próxima rodada, o Ituano enfrenta no sábado da semana que vem o São Caetano, no estádio Novelli Júnior. No dia seguinte, o Comercial enfrenta o poderoso Corinthians, novamente no estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto.

Publicidade

O Jogo – A necessidade da vitória fez o Comercial partir para o ataque no estádio Palma Travassos. O grande problema era que o time de Ribeirão Preto tinha pela frente um rival extremamente concentrado no sistema defensivo.

O Comercial cercava a área do Ituano, porém não conseguia furar o bloqueio feito pelo adversário na entrada da área. Passes e cruzamentos dos donos da casa não tinham efeito prático aos atacantes.

Para o segundo tempo, o Ituano manteve a postura totalmente defensiva por apenas alguns minutos. Ao perceber que o rival contava com fragilidades, o time de Itu avançou as suas linhas e promoveu a entrada de Adaílton, uma peça mais ofensiva.

As mudanças surtiram o efeito desejado. O Ituano perdeu uma grande chance de abrir o placar. Thiago Bezerra apareceu com liberdade no ataque, mas finalizou muito fraco, facilitando a defesa do goleiro Alex.

Publicidade

O susto acordou o Comercial. Aos 18 minutos, o Bafo chegou a balançar as redes em uma conclusão do zagueiro Marcel. Porém, a alegria da torcida logo virou frustração com a marcação de impedimento no lance.

A evolução do Ituano na etapa complementar foi premiada com o gol aos 25 minutos, através de um pênalti. Frio e inteligente, o zagueiro Anderson Salles esperou Alex escolher um canto e chutou no meio do gol: 1 a 0.

No fim, o Comercial partiu para a pressão em busca do empate, apesar do desespero dentro e fora de campo. Eliomar Bombinha e Diogo Acosta não tiveram êxito nas conclusões contra a meta do Ituano.

Publicidade