Clique e assine a partir de 8,90/mês

Itaquerão é entregue ao Corinthians. Mas ainda não está pronto

Andrés Sanchez disse o estádio vai receber a Copa do Mundo sem problemas, mas só vai ficar totalmente pronto no final do ano

Por Da Redação - 15 abr 2014, 16h16

O Corinthians organizou um evento nesta terça-feira para celebrar o final da construção do Itaquerão. O estádio ainda não está completo, mas foi entregue de forma simbólica pela Odebrecht, empreiteira responsável pela obra, a 57 dias da abertura da Copa do Mundo, com a partida entre Brasil x Croácia. Andrés Sanchez, ex-presidente do clube e principal articulador do projeto de construção do Itaquerão, confirmou que falta muito para o estádio ficar completo. “Realmente precisa terminar, e vamos até o final de maio trabalhando para ter uma bela Copa. Vai ficar pronto só no final do ano, porque muita coisa não poderia ser feita por causa da Copa.” Segundo o atual presidente, Mario Gobbi, o Itaquerão “é uma casa particular, privada, e o clube vai pagar por sua obra”.

Leia também:

Itaquerão tem área de obra na arquibancada liberada

Itaquerão: afundamento de solo fez o guindaste despencar

Fifa tenta exibir otimismo – e espera testes em SP em maio

Família de operário morto no Itaquerão quer R$ 1 milhão

A parte mais atrasada é o lado norte, na cobertura. Falta também colocar membrana no teto do prédio oeste e terminar o acabamento em alguns setores. Sanchez falou ainda sobre o telão, que não será colocado na Copa porque ficaria na frente das arquibancadas provisórias e atrapalharia a visão dos torcedores. Outros itens, como a mobília e a decoração, não foram colocados porque ficarão a cargo da Fifa, que recebe o estádio para a Copa no dia 21 de maio.

Leia também:

Governo admite que ‘finge que não vê’ falhas no Itaquerão

Após tragédia e interdição, Itaquerão reforça a segurança

Continua após a publicidade

Fiscais do trabalho interditam Itaquerão após morte

Morre operário que caiu no Itaquerão; Copa tem 8 vítimas

A previsão da construtora é de que até o fim de maio o local esteja completamente enquadrado às exigências da Fifa, com a montagem das arquibancadas móveis e estruturas temporárias completas. Antes disso, o Corinthians promete algumas ações no estádio: evento com 5.000 crianças das escolas municipais da região, no dia 26 de maio, um jogo entre funcionários e familiares dos operários da construtora, no dia 1º de maio, e o jogo entre ex-jogadores do Corinthians contra atletas atuais, no dia 10 de maio. O jogo entre Corinthians e Figueirense, em 17 de maio, pelo Campeonato Brasileiro, é o único oficial confirmado no estádio até agora antes da abertura do Mundial.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com Estadão Conteúdo e agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade