Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Itália x Uruguai: seis títulos em campo e apenas uma vaga

Vencedor do jogo desta terça, às 13h, em Natal, avança e pode até terminar como líder da chave. Empate classifica a Itália

Uruguai e Itália fazem um jogo decisivo que vale a vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo nesta terça-feira, às 13h (de Brasília), na Arena das Dunas, em Natal. O vencedor garante a classificação e o empate dá a vaga para os italianos, que levam vantagem no saldo de gols. No outro jogo do grupo C, a surpreendente Costa Rica tenta manter a liderança enfrentando a Inglaterra no mesmo horário – e precisa de apenas um empate para isso.

Leia também:

Suárez, impiedoso, mata a Inglaterra em São Paulo: 2 a 1

Costa Rica vence a Itália por 1 a 0 e elimina a Inglaterra

Sul-americanos atropelam europeus. E Brasil que se cuide

No retrospecto, igualdade entre italianos e uruguaios: foram duas vitórias para cada lado e quatro empates. Em Copas do Mundo, um empate em 0 a 0 em 1970, e uma vitória da Itália por 2 a 0 vinte anos depois. O número de gols também mostra equilíbrio entre as seleções: sete, cada.

O último encontro entre as duas equipes marcou uma emocionante disputa pelo terceiro lugar da Copa das Confederações. Na ocasião, Cavani anotou os dois gols uruguaios e Astori e Diamanti – que não vieram à Copa – marcaram para os italianos no empate em 2 a 2. Nos pênaltis, Buffon defendeu as cobranças de Diego Fórlan, Martin Cáceres e Walter Gargano, e a Itália venceu a disputa por 3 a 2.

Leia também:

Dores no joelho tiram Lugano de ‘decisão’ contra Itália

Renascido, Uruguai festeja vitória ‘de cinema’ no Itaquerão

Costa Rica surpreende imprensa italiana: “Desastre”

“É óbvio que vamos jogar com pressão, porque dos três resultados possíveis (empate, derrota ou vitória), apenas um nos interessa. Mas não jogaremos desesperados. Tenho um grupo que está acostumado a resistir à pressão e que responde bem a ela”, disse o técnico do Uruguai, Oscar Tabárez. Os uruguaios vão para o jogo com a moral em alta, após vencerem a Inglaterra na última rodada, com dois gols de Luis Suárez.

Por outro lado, os italianos, que estrearam vencendo os ingleses, mas sofreram uma derrota para a zebra Costa Rica e ficaram em alerta para uma possível eliminação precoce, como ocorreu há quatro anos, no Mundial da África do Sul. “Precisamos mostrar nossa força e orgulho e obter a vitória. Precisamos ter cabeça fria, assim como uma grande motivação. Se não passarmos da primeira fase, será um fracasso”, analisou o goleiro e capitão Gianluigi Buffon, que disputa sua quinta Copa do Mundo.

Leia também:

O retorno do matador Suárez: vaias, gols e afeto

O magnetismo de Balotelli, o novo rei da selva

Satisfeito com a vitória na última rodada, o técnico do Uruguai, Tabárez, deve manter a equipe titular. Assim, o jovem José Giménez herda a vaga do capitão Lugano, lesionado, na zaga. Maxi Pereira, expulso na estreia, volta após cumprir suspensão e deve ser opção entre os reservas. Na lateral esquerda, Alvaro Pereira, que chegou a desmaiar após levar uma pancada na cabeça, está recuperado e segue entre os titulares.

O técnico Cesare Prandelli vai apostar numa linha de três zagueiros para a partida desta terça. Para o lugar do contundido Daniele De Rossi, deverá entrar Leonardo Bonucci. No meio, Marco Verratti deve voltar entre os titulares, após começar o último jogo no banco, no lugar do brasileiro naturalizado Thiago Motta. No ataque, Ciro Immobile será titular ao lado de Mario Balotteli, deixando Antonio Candreva no banco.

(Com agências AFP e EFE)