Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Itália e Espanha querem carimbar vaga para a Eurocopa

Por Fabrice Coffrini 5 set 2011, 15h52

As seleções da Itália e da Espanha terão nesta terça-feira a oportunidade de seguir o exemplo da Alemanha, que já carimbou sua vaga para a Eurocopa de 2012 que será disputada na Polônia e na Ucrânia.

Os alemães, que disputarão nesta terça-feira um amistoso contra a coanfitriã Polônia, garantiram sua presença no torneio ao golear por 6 a 2 a Áustria na sexta-feira.

A Espanha, atual campeã europeia, lidera o grupo I com 100% de aproveitamento (cinco vitórias em cinco partidas) e só precisa de mais um triunfo sobre a fraca seleção de Liechtenstein para carimbar de vez a sua vaga diante da sua torcida, em Logroño.

Apesar da enorme diferença técnica entre as duas equipes, o técnico Vicente Del Bosque mostrou-se cauteloso, principalmente após o péssimo primeiro tempo de sua seleção no amistoso disputado contra o Chile na sexta-feira em Saint-Gallen, na Suíça. A Espanha chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas acabou vencendo a partida de virada por 3 a 2.

“Já expliquei aos meus jogadores que a equipe de Liechtenstein será certamente inferior à nossa, mas todos os adversários que encontramos estão muito motivados. Além disso, eles estão bem organizados e já causaram muitos problemas para a Lituânia”, afirmou o treinador na quinta-feira numa coletiva de imprensa.

Já a Itália encontra-se numa situação parecida, podendo carimbar seu passaporte para a Eurocopa se vencer sua próxima partida das eliminatórias, nesta terça-feira.

Continua após a publicidade

Porém, o adversário é mais difícil. Trata-se da Eslovênia, que como os italianos, participou da última Copa do Mudo na África do Sul, mas foi eliminada na primeira fase.

A “Squadra Azzurra” lidera o grupo C com 19 pontos (seis vitórias e um empate), à frente dos eslovenos, que ocupam a segunda posição com 11 pontos, a mesma pontuação da Sérvia, terceira por ter um saldo de gols inferior.

A Holanda que tem 100% de aproveitamento (sete vitórias em sete partidas), precisa de uma combinação improvável de resultados para garantir matematicamente sua presença para a competição europeia já nesta rodada.

Os holandeses vão ter que vencer fora de casa a Finlândia e torcer por uma derrota da Suécia diante de San Marino.

A combinação é praticamente impossível, já que San Marino acabou de sofrer uma goleada histórica na última sexta-feira, justamente para a Holanda.

No grupo G, a líder Inglaterra enfrenta os vizinhos do País de Gales e tentará ampliar sua vantagem de três pontos sobre o segundo colocado, Montenegro, que não joga nesta rodada.

Já a França, que está na ponta do grupo D, com três pontos a mais que a Bósnia, terá um jogo difícil, fora de casa contra a Romênia.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)