Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Isolado, Andrés Sanchez pede demissão da CBF

Ex-diretor de seleções não concordou com a demissão de Mano Menezes

Andrés Sanchez entregou nesta quarta-feira sua carta de demissão do cargo de diretor de seleções na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), confirmando o que era especulado nos últimos dias. José Maria Marin, presidente da CBF, está em São Paulo, acompanhando a visita de Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, ao futuro estádio do Corinthians, sede da abertura da Copa de 2014.

Sanchez foi pego de surpresa na última sexta-feira, quando o técnico Mano Menezes, um dos seus nomes de confiança, foi demitido da seleção brasileira. O diretor afirmou que não concordou com a decisão de Marin e deixou seu futuro na CBF em aberto. De acordo com as informações dos bastidores, Andrés Sanchez deverá seguir para a Secretaria de Esportes da cidade de São Paulo, na gestão do prefeito eleito Fernando Haddad, do PT, a partir de 2013. Especula-se também que o ex-jogador do São Paulo Raí deve ser o substituto de Andrés na direção de seleções, alteração aprovada pelo próprio ex-corintiano. Antes de deixar a CBF, Sanchez revelou que Felipão está apalavrado com Marin para ocupar o comando da seleção brasileira a partir de janeiro. (Com agência Gazeta Press)