Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Isadora Williams será porta-bandeira do Brasil

A patinadora de 18 anos vai representar o país na cerimônia de encerramento

A primeira brasileira a competir na patinação artística nos Jogos de Inverno, Isadora Williams, de 18 anos, foi a escolhida para ser a porta-bandeira da delegação do Brasil na cerimônia de encerramento da Olimpíada de Sochi, neste domingo, às 13h15 (horário de Brasília), no Estádio Fisht. “Esta é a maior honra que eu poderia receber. Estou muito orgulhosa de ser escolhida para carregar a bandeira do meu país”, disse Isadora.

Leia também:

Entrevista: ‘Pouco importa se sou uma atleta. Tenho de ser uma cidadã’

Alemã é a primeira atleta flagrada em antidoping em Sochi

Nunca foi tão ‘fácil’ ganhar uma medalha. A Holanda que o diga

“Isadora representa a nova geração de atletas de esportes de inverno do Brasil. Em Sochi, ela esbanjou simpatia, charme e carisma, conquistando a todos, não só aos integrantes da delegação brasileira. O público russo ficou encantado com ela e aplaudiu muito a apresentação no Palácio Iceberg”, disse o chefe da missão brasileira em Sochi, Stefano Arnhold. “A escolha de Isadora representa as conquistas que estão por vir em Jogos de Inverno e motiva novos atletas para que busquem o esporte como exercício do respeito e da excelência.”

Leia também:

Ucranianos desistem de Sochi por mortes em seu país

Lipnitskaia sofre queda e termina primeiro dia da patinação em quinto

Muito sexo, pouca bebida: a tônica dos Jogos de Sochi

Isadora nasceu nos Estados Unidos e é filha de mãe brasileira e pai americano. Com dupla cidadania, começou a defender o Brasil em 2009. Em Sochi, na última quarta-feira, terminou a disputa da patinação artística em último lugar entre 30 competidoras. Na abertura dos Jogos em Sochi, Jaqueline Mourão foi a porta-bandeira.

(Com Estadão Conteúdo)