Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Irmão de Hamilton com paralisia cerebral vai pilotar em campeonato inglês

Nicolas Hamilton, de 22 anos, chegou a andar de cadeira de rodas na adolescência, mas recuperou o movimento nas pernas após tratamentos

A família do piloto inglês Lewis Hamilton terá mais um representante nas pistas em 2015. Nicolas Hamilton, o irmão mais novo do último campeão da Fórmula 1, foi confirmado nesta terça-feira como piloto da equipe AmD Tuning para a temporada de British Touring Car Championship (BTCC), a principal categoria de turismo da Inglaterra. Nicolas, de 22 anos, é portador de diplegia espástica, um tipo de paralisia cerebral.

Leia também:

F1: saiba quais foram os maiores salários em 2014

McLaren confirma presença de Alonso no GP da Malásia

F1: Alonso será indenizado em R$ 6,2 milhões por ficar de fora do GP da Austrália F1: GP da Alemanha é excluído do calendário de 2015

“Estou incrivelmente empolgado de correr o BTCC este ano. É a principal categoria do Reino Unido e ter a oportunidade de correr nesse nível é o maior desafio que já tive na minha carreira”, afirmou Nicolas ao site da competição. Ele participará de cinco das dez etapas do BTCC, nos circuitos de Croft, Snetterton, Rockingham, Silverstone e Brands Hatch.

Nicolas nasceu com diplegia espástica, uma paralisia cerebral de condição neuromoscular. A doença reduz drasticamente sua capacidade de estiramento muscular nos membros inferiores. Quando criança, ele precisou da ajuda de um andador e, na adolescência, chegou a utilizar uma cadeira de rodas. O irmão de Lewis Hamilton, porém, conseguiu voltar a andar, ainda que com certa dificuldade, após anos de tratamento especializado e fisioterapia. Ele correrá com um Audi S3 adaptado.

“Espero inspirar outras pessoas a lutar pelos seus próprios objetivos pessoais, independentemente de sua situação de vida. Qualquer um pode superar as expectativas de um jeito ou de outro”, afirmou Nicolas Hamilton. Esta não será sua primeira experiência no automobilismo: ele correu a Renault Clio Cup em 2011 e 2012, terminando na 14ª e 21ª colocação, respectivamente. No ano passado, Nicolas disputou seis provas do Campeonato Europeu de Turismo, anotou 12 pontos e teve um sétimo lugar como melhor resultado.

(Da redação)