Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ipatinga toma virada do Avaí na estreia do técnico Mazola Júnior

O torcedor do Ipatinga que marcou presença nesta sexta-feira, no estádio Ipatingão, teve que voltar para a casa frustrado. Isso porque, o Tigre do Vale do Aço não conseguiu superar o Avaí, perdendo de virada por 2 a 1. Com o resultado, o Ipatinga permanece com apenas quatro pontos, próximo da zona da degola, enquanto o Leão catarinense chega aos sete pontos na Série B do Campeonato Brasileiro.

O gol do quadricolor foi anotado por Wellington Bruno, que apareceu como elemento surpresa e fuzilou o goleiro Diego, acertando o ângulo direito. O Avaí virou com um gol do volante Mika, que contou com a colaboração do goleiro Gilvan, que aceitou chute fraco, levando um frango para casa logo no jogo de estreia e Julinho, que aproveitou cruzamento de Patric e finalizou cruzado, virando o jogo.O duelo entre Ipatinga e Avaí ainda marcou várias estreias dos dois lados. No time mineiro, o técnico Mazola Júnior e o goleiro Gilvan iniciaram a trajetória no Tigre, sendo que o arqueiro não teve uma noite das melhores. Já pelo lado dos catarinenses, a estreia foi do meia Jaílton. A partida ainda foi festiva para o zagueiro Cássio, que realizou o jogo de número 100 pelo Avaí.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Ipatinga fará na próxima terça-feira, o clássico mineiro, duelando contra o Boa Esporte, no Ipatingão. Já o Avaí vai receber, na sexta-feira, o líder da competição, o América-MG, no estádio da Ressacada.

O jogo – O confronto entre o quadricolor do Vale do Aço e o Leão catarinense, teve início com igualdade das ações, mas após os primeiros minutos, o Ipatinga passou a agredir com mais eficiência. No entanto, a primeira chance real de gol foi do Avaí, com o meia Julinho, que é canhoto, mas arriscou arremate de longa distância com a direita, obrigando o goleiro estreante Gilvan a fazer grande defesa mandando para escanteio.

A resposta ipatinguense veio aos nove minutos, com João Vitor, que cruzou rasteiro, mas Márcio Diogo desperdiçou boa oportunidade de abrir o marcador. No minuto seguinte, nova chance para o Tigre, porém, Tiago Pereira chegou atrasado no lance, em mais um momento de perigo dos donos da casa, que serviu para levantar a torcida do Tigre nas arquibancadas do Ipatingão.

Impondo o fator casa, o quadricolor passou a ter as rédeas do jogo a partir dos 20 minutos iniciais, e pela maior ofensividade acabou premiado com a abertura do placar. Aos 23, o Ipatinga conseguiu boa trama ofensiva, que terminou com a conclusão de Wellington Bruno, que apareceu como elemento surpresa e fuzilou o goleiro Diego, acertando o ângulo direito.

Aos 27, o Avaí tentou dar o troco com o atacante Nunes, que aproveitou cruzamento de Pirão, mas falhou na hora da conclusão da jogada, perdendo uma excelente chance. Depois do gol do Ipatinga, os catarinenses acordaram no jogo e passaram a ter mais posse de bola, porém com pouca agudez e objetividade.

O cenário mudou já na parte final do primeiro tempo. Aos 39, o Avaí conseguiu chegar ao tento do empate, em uma falha do goleiro estreante Gilvan, que aceitou chute rasteiro do volante Mika. Na volta para etapa complementar, o confronto ficou aberto com alternância de oportunidades de gols, com o Avaí procurando explorar os contra-ataques e os erros dos donos da casa.

Aos 13, Wellington Bruno mandou a bomba de fora da área, dando trabalho para o goleiro Diego, que trabalhou bem para mandar para escanteio. Aos 16, veio a resposta do Avaí com Julinho, que recebeu cruzamento do lateral Patric e bateu cruzado sem chances para Gilvan, para virar o jogo em favor do time do técnico Hemerson Maria.

Aos 28, o Ipatinga quase empatou, mas o atacante Tiago Pereira chegou atrasado na jogada, e o zagueiro Cássio conseguiu fazer o corte, evitando o empate do Tigre. Perdendo dentro do Ipatingão, o time do Vale do Aço lutou até o final do jogo para pelo menos garantir um ponto, mas apesar dos esforços, o placar não foi mais alterado.