Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Investigação não revela se morte de Speed foi suicídio ou acidente

A investigação da justiça britânica sobre a morte do ex-treinador da seleção do País de Gales Gary Speed, cujas conclusões foram divulgadas nesta segunda-feira, não revelou se a causa foi um suicídio ou um acidente.

Speed morreu aos 42 anos e foi encontrado enforcado em sua casa em Cheshire (noroeste da Inglaterra) no último dia 27 de novembro.

De acordo com as conclusões da investigação, “não existem provas que sejam suficientemente determinantes para concluir se a morte foi intencional ou acidental”, alegando que o ex-técnico poderia ter ‘adormecido’ após ter passado uma corda no seu pescoço.

No entanto, sua esposa Louise declarou que Speed teria mencionado a possibilidade de cometer suicídio em mensagens eletrônicas trocadas por telefone celular quatro dias antes da sua morte.