Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Interventor do COI diz que obras no Rio estão com dois anos de atraso

Gilbert Felli também lembrou o atraso na elaboração do orçamento dos Jogos

Gilbert Felli, dirigente nomeado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para monitorar a preparação do Rio para os Jogos de 2016, disse nesta terça-feira que as obras estão atrasadas. “Claro que existem atrasos. Deodoro está dois anos atrasado.” No mês passado, Felli foi nomeado pelo COI como uma espécie de interventor para o evento no Rio, diante do caos na organização do evento e da preocupação cada vez maior por parte das federações esportivas internacionais com as construções. Felli disse que um dos problemas é que as responsabilidades por certas obras têm passado das mãos de uma esfera do governo a outra. “Isso foi um obstáculo.”

Leia também:

Vice do COI agora diz estar ‘confiante’ nos Jogos do Rio

Comitê Organizador promete Rio-2016 dentro do prazo

‘Temos de aceitar as críticas’ do COI, diz Paes sobre 2016

Rio-2016: vice do COI diz que nunca viu tantos problemas

Outro ponto delicado, segundo ele, são os atrasos na elaboração do orçamento. Apesar de tudo isso, o dirigente acredita que há como recolocar o Rio em dia. “Temos de fazer funcionar. Vamos trabalhar para isso.” Segundo fontes no COI, apenas 10% das obras para a Olimpíada de 2016 estão concluídas. Dois anos antes dos Jogos de 2012 em Londres, a taxa era de 60%.

Leia também:

Orçamento da Olimpíada do Rio chega a R$ 36,7 bilhões

Paes afirma que ‘perde o sono’ com as obras de Deodoro

COI anuncia intervenção para acelerar obras da Rio-2016

COI reforça advertência a Rio-2016 e pede: ‘É hora de agir’

​(Com Estadão Conteúdo)