Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Internacional encara como final o duelo contra São Paulo

Por Da Redação 12 out 2011, 08h20

Por Elder Ogliari

Porto Alegre – O Internacional considera o jogo contra o São Paulo, nesta quarta-feira, às 16 horas, em Barueri, como o início da fase decisiva do Campeonato Brasileiro. Como tem pretensões de avançar pelo menos para o grupo dos que se classificam para a Copa Libertadores da América, o clube gaúcho avalia que não pode mais errar, como ocorreu nas outras vezes em que esteve em condições de dar algum passo decisivo para ficar entre os cinco melhores da competição. O técnico Dorival Júnior afirma que este é “o momento oportuno” para o time fazer as coisas acontecerem.

O raciocínio dos colorados considera as circunstâncias da tabela de classificação. O Internacional começa a rodada como sétimo colocado, com 43 pontos, e pode terminá-la no máximo em sexto, com 46, desde que vença seu jogo e o Fluminense, que tem 44, não ganhe do Coritiba na quinta. Mesmo que o passo pareça pequeno, ele colocaria o clube na luta para entrar no chamado G-5 porque seguraria o próprio São Paulo, que tem 47 pontos, e contaria com o inevitável tropeço de Botafogo (46) ou Corinthians (51), ou até dos dois, se empatarem o confronto que têm nesta quarta.

Na ausência do artilheiro Leandro Damião, afastado há três semanas por contusão, e também do substituto Jô, suspenso, Dorival Júnior vai dar mais uma chance ao garoto Dellatorre, de 19 anos, que vinha se destacando nas categorias de base e já participou de alguns jogos entre os titulares. O treinador diz perceber que o jovem vem demonstrando muito interesse no trabalho e está evoluindo, demonstrando expectativa de estar revelando mais um atacante. O zagueiro Juan ainda não recuperou o peso perdido durante a amidalite que o tirou da vitória contra o Vasco e permanece afastado. Índio segue como titular.

Continua após a publicidade

Publicidade