Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inter tropeça e pega Fluminense nas oitavas da Libertadores

O Internacional terminou com a pior campanha entre os classificados para a fase do mata-mata da Libertadores, ao perder por 1 a 0 no gramado sintético dos peruanos do Juan Aurich, nesta quinta-feira em Chiclayo, e enfrentará o Fluminense nas oitavas de final da competição.

O gol da vitória do time peruano foi marcado pelo panamenho Luis Tejada aos 14 minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o time gaúcho classificou-se em segundo lugar da chave 1 com oito pontos, cinco a menos que o líder Santos, que derrotou os bolivianos do The Strongest por 2 a 0, com dois gols marcados nos minutos finais por Alan Kardec e Neymar.

Os peruanos ficaram na lanterninha do grupo com seis pontos, um a menos que o The Strongest, mas deixaram a competição de cabeça erguida ao vencer nada menos que o campeão da edição de 2010.

Apesar da sua equipe já ter sido eliminada antes do início da partida, o técnico do Juan Aurich, o colombiano Diego Umaña, não poupou seus titulares e enfrentou o Colorado com força máxima, com um esquema tático ofensivo do tipo 4-3-3, para oferecer uma despedida digna à sua torcida.

Este jogo também foi a revanche do primeiro confronto entre as duas equipes, que os gaúchos venceram por 2 a 0 no Beira-Rio, na sua estreia na competição.

Desta vez, o Inter jogava fora de casa não se adaptou bem ao gramado sintético de estádio Elías Aguirre de Chiclayo.

Apesar do técnico Dorival Junior ter escalado os argentinos Dátolo e D’Alessandro para armar as jogadas, sua equipe pouco criou no ataque, e não soube reagir depois de ter sofrido o gol de Tejada no início da partida.

O atacante panamenho superou o zagueiro Bolívar de cabeça e mandou a bola para o canto esquerdo de Muriel.

O time anfitrião teve a iniciativa do jogo até o fim e criou boas jogadas pela esquerda com Zúñiga e Chiroque.

Já os gaúchos se mostraram apáticos em campo e só acordaram nos minutos finais, com a entrada do atacante Jô no lugar de Dátolo.

Aos 34 do segundo tempo, Jô tocou para o Leandro Damião, que girou e chutou, mas Penny defendeu.

O goleiro do Juan Aurich voltou a brilhar aos 40, ao espalmar para escanteio uma bomba de Jô, na melhor chance de gol que o Inter teve na partida.

O Colorado precisará voltar ao seu melhor nível nas oitavas, quando enfrentará o Fluminense, dono da melhor campanha da fase de grupos ao terminar na liderança da chave 4, após sua vitória por 2 a 1 sobre o Arsenal na quarta-feira, com um gol marcado nos acréscimos por Rafael Moura.