Clique e assine com até 92% de desconto

Inter prepara antídoto para a bola aérea do Palmeiras

Por Da Redação 11 set 2011, 08h08

Por Elder Ogliari

Porto Alegre – O Internacional tenta ultrapassar o Palmeiras em confronto direto, neste domingo, às 16 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, na disputa que os dois clubes travam para alcançar a zona de classificação do Campeonato Brasileiro para a Copa Libertadores da América. O clube gaúcho é o oitavo colocado na tabela de classificação, com 32 pontos, enquanto que o paulista é sétimo, com 34.

O técnico do Internacional, Dorival Júnior, só fará uma substituição no time. O volante Guiñazu está suspenso e deixará seu lugar para Sandro Silva. O meia D’Alessandro sentiu dores num dedo do pé na última sexta-feira, mas deve jogar.

A principal preocupação de Dorival Júnior é com a bola parada do Palmeiras, especialmente as cobranças de falta de Marcos Assunção. Nos treinos para o jogo, ele insistiu na orientação ao posicionamento dos defensores. Mas também pediu aos demais jogadores que evitem os lançamentos ou interceptem as jogadas adversárias antes de a bola chegar à área. “Se deixarmos essa tarefa só para os zagueiros e o goleiro, teremos problemas”, previu.

A defesa tem sido o principal problema do Internacional. Nos últimos cinco jogos, o time levou dez gols, boa parte deles de jogadas aéreas. Apontado por torcedores como culpado pela má fase do setor, Bolívar pediu para sair temporariamente do time e foi trocado por Rodrigo Moledo. O resultado não foi animador. Na última quarta, já sem o ex-capitão, o Internacional tomou mais dois gols, pelo alto, do América-MG.

Continua após a publicidade
Publicidade