Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inter ganha de virada do Caxias e é bicampeão gaúcho

Por Elder Ogliari

Porto Alegre – O Internacional venceu o Caxias por 2 a 1, de virada, neste domingo, e conquistou o bicampeonato e o 41.º título do Campeonato Gaúcho de sua história, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O jogo teve duas etapas distintas. O clube de Caxias do Sul dominou o primeiro tempo, quando abriu o placar e desperdiçou outras três chances de marcar. O time colorado reagiu no segundo tempo, quando sufocou o adversário, marcou dois gols e poderia ter goleado se não errasse ou encontrasse o goleiro Paulo Sérgio atento em pelo menos quatro conclusões perigosas.

Enquanto conseguiu atacar, o Caxias foi conduzido pelo meia Wangler, que colocou a defesa colorada em apuros com suas rápidas escapadas para a direita, tabelando com companheiros ou abrindo caminho a dribles. Aos 27 minutos ele cobrou escanteio, Vanderlei desviou a bola de cabeça para Michel, também de cabeça, abrir o placar. Aos 37, passou por dois zagueiros e chutou no ângulo, mas Muriel salvou.

No intervalo, o técnico Dorival Júnior substituiu Tinga e Dátolo por D’Alessandro e Dagoberto, respectivamente. Com nova postura, mais atento na marcação e mais ofensivo, o Internacional sufocou o Caxias. Os visitantes resistiram como puderam, com chutões para afastar a bola da área ou com as defesas espetaculares de Paulo Sérgio. O goleiro defendeu um pênalti cobrado por Nei, aos 6 minutos, e já parecia vencido em dois lances quando conseguiu se recuperar e afastar, de cima da linha, um chute de Oscar e uma cabeceada de Rodrigo Moledo, aos 10 e aos 17.

De tanto pressionar, o Internacional chegou à vitória. O empate foi alcançado em um lance confuso em que a bola sobrou para Sandro Silva mandar uma bomba para as redes de Paulo Sérgio, aos 21 minutos. E o gol da vitória não demorou. Aos 27, Fabrício cruzou da esquerda e Leandro Damião se antecipou à defesa desviando a bola para o canto direito do goleiro, que foi na bola, mas não teve tempo de alcançá-la. Aos 42, Leandro Damião se livrou de um zagueiro, ficou livre diante do gol e chutou para fora.