Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inglaterra se despede da Copa contra sensação Costa Rica

Frank Lampard será o capitão da equipe em seu provável adeus à seleção

A seleção inglesa encerrará nesta terça-feira a sua participação nesta Copa do Mundo diante da Costa Rica, a grande sensação do torneio até o momento, às 13h (horário de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte. Mesmo em clima melancólico devido à eliminação na primeira fase – fato que não ocorria desde 1958 -, a equipe europeia pretende se despedir de maneira mais digna possível e terá um novo capitão: sai Steven Gerrard e entra o igualmente veterano Frank Lampard, que pode fazer seu último jogo pela equipe.

Leia também:

Sérgio Rodrigues: A Costa Rica não nasceu ontem

Costa Rica vence a Itália por 1 a 0 e elimina a Inglaterra

Costa Rica surpreende imprensa italiana: “Desastre”

O meio-campista de 36 anos estreará neste Mundial com a faixa de capitão, mas preferiu não adiantar se esta será sua última partida internacional. “Não sei ainda se vou me aposentar da seleção ou não”, afirmou o meia à rádio da rede britânica BBC. “Vou para casa e só vou tomar essa decisão depois, porque ainda tenho o meu próprio destino para resolver”, explicou Lampard, que comunicou antes do Mundial que deixará o Chelsea depois de 13 temporadas.

Do lado da Costa Rica, o desafio é conter a euforia e garantir a primeira colocação no Grupo D. Apontada anteriormente como a equipe mais fraca da chave, os centro-americanos surpreenderam uruguaios e italianos e agora já sonham com uma campanha histórica. O técnico Jorge Luís Pinto, no entanto, preferiu passar o favoritismo para o lado inglês. “A Inglaterra é favorita por muitas razões: tem jogadores internacionais, história e camisa. O jogo será duro, porque eles não querem sair com os braços vazios. A mãe do futebol não pode deixar um Mundial sem pontos”, declarou o técnico ao diário costa-riquenho Al Día.

Jorge Luís Pinto já adiantou que irá fazer ao menos duas mudanças no time para preservar seus titulares. A expectativa, no entanto, é que seus principais destaques, Bryan Ruiz e Joel Campbell, estejam em campo no Mineirão. Líder isolada do grupo com seis pontos em duas partidas, a Costa Rica só perderá a primeira posição do Grupo D caso seja derrotada nesta terça-feira e haja um vencedor na partida entre Itália e Uruguai. Ainda assim, o saldo de gols (primeiro critério de desempate) garante boa vantagem aos caribenhos. Atualmente, a Costa Rica tem saldo de três gols positivos, contra zero da Itália e menos um dos uruguaios. O confronto entre ingleses e costa-riquenhos será o primeiro na história.

(Com agência Estadão Conteúdo)