Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inglaterra decide antecipar ida a Manaus antes da estreia

Depois de ser criticado por autoridades locais, técnico evita novas confusões

Depois de deixar clara a preferência por não atuar em Manaus na Copa do Mundo, o técnico da seleção inglesa, Roy Hodgson, acabou se conformando com o resultado do sorteio dos grupos – e, agora, decidiu até antecipar a chegada à cidade. A delegação deverá desembarcar no Amazonas dois dias antes de sua partida de estreia no Mundial, contra a Itália, no dia 14 de junho, na Arena da Amazônia, às 18 horas (no horário local). “Quero fazer uma visita a Manaus em fevereiro. Já decidimos que chegaremos a Manaus dois dias antes do jogo e não no dia anterior, como é de costume. Esperamos que essa aclimatação nos deixe em boas condições.”

Hodgson, que chegou a dizer que preferia encarar um grupo da morte na Copa a atuar em Manaus, mudou o discurso e até elogiou a beleza natural da região. Apesar de tentar evitar uma nova polêmica, o treinador não escondeu a preocupação em jogar na cidade. “Qualquer partida na região Norte traria problemas. Manaus está na Floresta Amazônia e isso traz alguns problemas. Mas compreendo que os brasileiros queiram levar a Copa do Mundo às suas principais cidades e Manaus é uma delas.”

O treinador tentou melhorar sua imagem diante dos amazonenses elogiando o Estado e se dizendo ansioso pela oportunidade de conhecê-lo. “Depois do Rio de Janeiro, deve ser um dos lugares que todo mundo quer visitar, então temos que agradecer pela oportunidade de estar em uma das regiões emblemáticas do Brasil e esperar que nossa preparação em termos de aclimatação nos dê boas condições para a partida.” Além de Manaus, a Inglaterra também viaja para São Paulo, onde enfrenta o Uruguai, no dia 19 de junho, no Itaquerão, às 16 horas , e encerra a primeira fase enfrentando a Costa Rica, cinco dias depois, em Belo Horizonte, no Mineirão, às 13 horas.

Leia também:

Portugal fará sua base para a Copa em Campinas

Fifa e governo negam descuido com segurança em obras

Zagueiro croata é punido e fica fora da Copa 2014

MP pede a interdição da Arena da Amazônia após acidente

Amazonas tem segunda morte de operário em obra da Copa em menos de 24 horas

(Com Estadão Conteúdo)