Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

‘Incomodado’ com campanha santista, Rafael lamenta distância do título

Por Da Redação 12 out 2011, 19h27

Na 13posição do Campeonato Brasileiro, com 38 pontos, o Santos está distante da briga pelo título brasileiro. E, segundo o goleiro Rafael, essa situação tem lhe incomodado. Para o jovem arqueiro, de 21 anos, um time do potencial do Peixe teria, pela sua qualidade técnica, totais condições de brigar até o fim para conquistar o Brasileirão.

‘A gente fica chateado porque sabemos que a equipe é muito forte. Se estivéssemos concentrados desde o início da competição, o que era difícil pois estávamos na reta da final da Copa Libertadores, estaríamos melhores no Brasileiro’, afirmou Rafael, que como titular do gol santista, esteve presente na conquista da Copa do Brasil de 2010, além do Campeonato Paulista e da Libertadores deste ano.

Insatisfeito pelo fato de o Alvinegro Praiano não estar tão próximo dos primeiros colocados do Brasileirão – o líder Corinthians tem 51 pontos, 13 a mais que o time da Vila Belmiro -, o goleiro até citou um discurso do zagueiro Edu Dracena para falar sobre a situação do Santos.

Após a derrota para o Grêmio, na última quarta-feira, no Olímpico, Dracena declarou que o momento da equipe no campeonato era difícil para os jogadores do Peixe, pois o elenco santista se acostumou com as vitórias e os títulos.

‘É uma situação que me deixa muito incomodado. Outro dia, o Edu falou que não estamos acostumados a perder, pois somos uma equipe boa, de qualidade, e que não deveria ficar no meio da tabela. A gente lamenta não estar mais lá em cima. Tivemos uma sequência de oito partidas sem perder, mas as três derrotas consecutivas nos atrapalharam. Claro que, se você engata uma série de vitórias, com os tropeços dos adversários, tudo pode acontecer. Mas temos que ganhar. Vencendo estaremos lá em cima na tabela, ao final do Brasileirão’, encerrou o camisa 1 alvinegro.

Continua após a publicidade

Publicidade