Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Incentivado por Tricolor, Caxias pode acionar a Justiça contra Inter

Autor do gol de empate do Inter diante do Caxias na primeira decisão do Campeonato Gaúcho, Oscar foi bastante festejado no domingo, mas ele agora pode gerar problemas ao clube colorado. Após uma conversa com a diretoria do São Paulo, o time grená estuda contestar a escalação do meia na Justiça.

‘O Adalbertonos procurou e me mandou um e-mail com documentos para analisar. Prontamente enviei aos advogados’, declarou o presidente do Caxias, Osvaldo Vogues, à Rádio Gaúcha.

No início desta noite, o São Paulo publicou em seu site um ofício enviado pela Confederação Brasileira de Futebol, que reafirma o vínculo de Oscar com o clube. Apesar de o documento não esclarecer se o jogador pode ser escalado, o Tricolor entende que o atleta não tem condição de jogo.

‘Em documentos enviados nesta tarde ao São Paulo FC e à Conmebol, a CBF assegurou que o contrato assinado entre São Paulo FC e Oscar continua válido(…) E, nesse caso, a regra dos artigos 216 a 218 do CBJD, que regem as competições nacionais, retira a condição de jogo do atleta com mais de um contrato’, diz a nota são-paulina.

Por conta do imbróglio judicial, Oscar ficou sem entrar em campo por 47 dias. Seu retorno foi justamente no domingo, quando enfrentou o Caxias. ‘Está em jogo um campeonato estadual muito importante. Se houver alguma coisa irregular, não tem motivo para ficarmos parados’, afirmou Vogues.

Antes de decidir o Gauchão no final de semana, no Beira-Rio, o Inter enfrenta o Fluminense, nesta quinta-feira, no Engenhão, pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. E a escalação de Oscar ainda depende de uma resposta da Conmebol.