Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imprensa portuguesa destaca ‘pior derrota da história’

Müller, autor de três dos quatro gols da Alemanha, foi chamado de 'carrasco' pelos decepcionados portugueses

Depois da derrota sofrida para a Alemanha por 4 a 0 nesta segunda-feira, na Fonte Nova, em Salvador, na primeira partida de Portugal na Copa de 2014, a imprensa do país destacou o assunto com pessimismo. O diário esportivo O Jogo citou “a maior derrota da história” entre todas as partidas disputadas pela seleção em Mundiais e Eurocopas e chamou o alemão Thomas Müller, autor de três gols, de “carrasco”.

Leia também:

Alemanha arrasa Portugal por 4 a 0 em Salvador

Vídeo: os melhores momentos da goleada

O jornal Record tratou a partida de “jornada para esquecer” e disse que a falta de convicção e concentração da equipe foram um dos fatores determinantes da goleada. O diário também destacou a volta dos jogadores, muito abatidos, até Campinas, local onde Portugal está instalado para a Copa.

Para o diário A Bola, a folga dada aos portugueses nesta terça-feira – eles retomam os treinamentos no dia seguinte – servirá para “cicatrizar feridas”. O técnico Paulo Bento também questionou a arbitragem após o jogo, afirmando que o pênalti sobre Götze e a expulsão do zagueiro Pepe, ainda no primeiro tempo, foram “forçados”. Mesmo assim, o treinador admitiu os erros defensivos da equipe.

Leia também:

Ronaldo elogia futebol da Alemanha e agradece torcida contra Klose

Grupo G: Com gol ‘relâmpago’, EUA vencem Gana em Natal

Portugal volta a jogar no dia 22 de junho, em Manaus, na Arena Amazônia, às 18 horas, contra os Estados Unidos. A equipe precisa vencer para não ser eliminada precocemente na primeira fase.