Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imprensa francesa afirma que técnico do PSG deixará o cargo em breve

Paris, 29 nov (EFE).- A imprensa francesa divulgou nesta terça-feira que o treinador do Paris Saint-Germain, Antoine Kombouaré, está com as horas contadas e garantiu que nem o diretor esportivo Leonardo, nem os proprietários do clube gostam do perfil do técnico francês.

A derrota sofrida no fim de semana passado no campo do histórico rival, o Olympique de Marselha, por 3 a 0, acelerou o processo de saída do treinador, apesar de manter o clube na liderança da tabela com três pontos de vantagem sobre o Montpellier, detalhou o jornal ‘L’Équipe’.

Com um único ponto somado em novembro, o Paris Saint-Germain é o segundo pior time deste mês, mesmo com investimento de 80 milhões de euros feito pelos proprietários para reforçar à equipe no final da temporada passada.

O PSG segue na liderança graças à pontuação que somou no início do campeonato, mas o momento tranquilo parece ter acabado.

As partidas irregulares parecem coincidir com a perda de autoridade do técnico, que ganhou força depois que Leonardo se reuniu no início do mês com o italiano Carlo Ancelotti.

Embora o ex-técnico do Milan e do Chelsea não tenha respondido positivamente às solicitações do clube da capital, a revelação do encontro na imprensa acabou debilitando o treinador.

O jornal ‘L’Équipe’ sustenta que Leonardo queria dispensar Kombouaré desde sua chegada à direção esportiva da equipe, ao considerar que não tinha condições de comandar o time com o capital dos proprietários catarianos.

Além disso, o jornal garante que o brasileiro acredita que os treinos são muito suaves e que a equipe não progrediu.

Na reunião, Ancelotti afirmou que prefere treinar na Inglaterra, e o periódico afirma que o clube já estuda outras opções para substituir o técnico.

Entre elas está o holandês Guus Hiddink, que foi demitido recentemente da seleção turca.

O romeno Mircea Lucescu é outro nome levantado, mas ao que parece o técnico não está disposto a abandonar o Shaktar Donetsk.

Como última opção, Leonardo poderia optar por Claude Makelele, que é conselheiro do Paris Saint-Germain desde que aposentou como jogador. EFE