Clique e assine com até 92% de desconto

Iarley provoca: ‘Até quando não jogamos bem conseguimos um ponto’

Por Da Redação 6 ago 2011, 18h57

Após o empate diante do Vila Nova, por 1 a 1, no Estádio Serra Dourada, neste sábado, o atacante Iarley, capitão do Goiás, reconheceu a inferioridade de seu time, mas comemorou o ponto conquistado no clássico.

‘A bola estava sempre muito dividida e na parte técnica eu estive abaixo, todos nós estivemos bem abaixo, mas terça-feira vamos melhorar, conseguir um resultado positivo para continuar essa ascensão maravilhosa’, afirmou o atacante.

No lance do gol do Esmeraldino, aos 41 do segundo tempo, Iarley abriu as pernas após o chute de Felipe Amorim, enganando o goleiro Michel Alves, que caiu sem reação.

O jogador também comentou o recurso utilizado: ‘Abrir as pernas era a única maneira de enganar o Michel Alves, que é um grande goleiro. Dominar a bola e chutar para o gol não era o adequado, e o que aconteceu depois provou isso’, disse.

Para finalizar, o capitão do time Esmeraldino, que vinha de quatro vitórias seguidas até conquistar o empate, não lamentou: ‘O empate ficou de bom tamanho, não jogamos bem, mas empatamos. O engraçado é que até quando nós não jogamos bem conquistamos um ponto’, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade