Clique e assine a partir de 9,90/mês

Horas após desembarcar, Lucas é o único da Seleção a jogar clássico

Por Da Redação - 10 jun 2012, 17h52

Lucas atuou por poucos minutos na derrota da Seleção Brasileira para a Argentina, nesse sábado, em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Mas, apesar de ter desembarcado em São Paulo apenas na manhã deste domingo, encarará outro clássico. O meia-atacante chegou ao Morumbi e está pronto para enfrentar o Santos às 18h30 (de Brasília).

‘Dormi um pouco no CT (da Barra Funda) e agora também no ônibus. Estou pronto para jogar’, avisou o camisa 7, com olhos quase fechados expondo o cansaço, ao descer do ônibus que trouxe a delegação são-paulina para o estádio.

Casemiro, que atuou por mais tempo contra a Argentina, e Bruno Uvini, titular no clássico sul-americano, não ficaram nem no banco de reservas. A decisão em relação ao trio que passou as últimas semanas com Mano Menezes foi tomada em reunião com o diretor de futebol Adalberto Baptista pouco depois do desembarque dos três.

Com Lucas, Emerson Leão deve sacar Fernandinho, Osvaldo ou Maicon, já que ainda não anunciou se armará o time no 4-3-3 ou no 4-4-2. Existe também a dúvida em relação a Rhodolfo, que passou mais de duas semanas em tratamento de edema na panturrilha esquerda e só realizou dois treinos com bola, mas o defensor está relacionado e deve ser titular.

Continua após a publicidade

A provável escalação tricolor no San-São tem Denis; Douglas, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Cícero e Jadson; Lucas, Fernandinho (Osvaldo ou Maicon) e Willian José. Os desfalques confirmados, além de Casemiro e Bruno Uvini, são os machucados Rogério Ceni, Wellington e Cañete, Fabrício, que busca melhor condicionamento físico, e Luis Fabiano, suspenso.

O aproveitamento de Lucas comprova a tese de Leão de que não prioriza a Copa do Brasil, apesar de enfrentar o Coritiba no primeiro jogo das semifinais nesta quinta-feira, no Morumbi. O Santos, que teve Neymar e Rafael entre os titulares da Seleção Brasileira contra a Argentina, nem cogitou usá-los, visando o clássico de quarta-feira contra o Corinthians, na Vila Belmiro, que abre as semifinais da Libertadores.

Publicidade