Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Holanda e Chile se enfrentam em SP para fugir do Brasil

Encontro no Itaquerão vale a primeira colocação do Grupo B

Por Da Redação 23 jun 2014, 07h15

Jogadores e treinadores de Holanda e Chile podem até não admitir abertamente, mas sabem que uma vitória no jogo desta segunda-feira, às 13 horas (de Brasília), no Itaquerão, em São Paulo, deve lhes garantir um caminho mais tranquilo nas oitavas de final. Com duas vitórias em dois jogos, ambas as seleções já confirmaram vaga na próxima fase e apenas definirão o primeiro colocado do Grupo B (os holandeses jogam pelo empate). Como o Brasil precisa de uma vitória contra a já eliminada equipe de Camarões para ser o primeiro do Grupo A, é provável que o perdedor da partida entre Holanda e Chile cruze com a seleção anfitriã nas oitavas. Em entrevistas coletivas no palco da partida, os técnicos Louis Van Gaal, da Holanda, e Jorge Sampaoli, do Chile, evitaram falar sobre a seleção brasileira, mas admitiram a importância do encontro.

Leia também:

Sérgio Xavier: Holanda ou Chile?

Holanda leva susto, mas vence Austrália por 3 a 2 no RS

Chile elimina Espanha da Copa com vitória no Maracanã

Sarcástico, como de costume, Van Gaal criticou a Fifa por marcar as partidas dos grupos A e B em horários diferentes, mas afirmou que, na verdade, a seleção brasileira é quem deve temer a Holanda. “O Brasil não deve querer enfrentar a Holanda. Marcamos gols, e gols fantásticos. Quero sempre ser o primeiro do grupo, isso não tem nada a ver com o Brasil.”. O técnico Jorge Sampaoli também evitou falar sobre os anfitriões, mas admitiu que vê a partida como uma decisão. “Nossa prioridade é chegar em primeiro do grupo. Podemos preservar alguém, mas temos de chegar à liderança, porque isso nos daria uma situação melhor. Vamos dar prioridade a este jogo como se fosse uma final”, declarou o treinador argentino.

O treinador argentino que dirige o Chile ainda criticou o Itaquerão. Segundo ele, o gramado do estádio do Corinthians não está à altura da ocasião. “A Fifa não deveria permitir que equipes treinassem nos estádios da Copa e principalmente não deveria permitir que um jogo tão importante como esse fosse realizado em um gramado tão ruim.”.

Ambas as equipes não devem contar com seus principais jogadores no Itaquerão. Do lado da Holanda, o atacante Robin Van Persie, suspenso com dois cartões amarelos, é desfalque garantido. Pelo Chile, o volante Arturo Vidal, ainda é dúvida, com problemas no joelho. O volante da Juventus concedeu entrevista coletiva e disse não estar preocupado com a possibilidade de enfrentar o Brasil nas oitavas de final, como em 2010. “Quem tiver de enfrentar o Brasil vai ter dificuldade, porque é uma seleção que está em casa e é uma candidata a ser campeã, mas não vamos pensar nisso agora. Nosso foco é conseguir o primeiro lugar do grupo”, afirmou.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade