Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Héverton vê a Lusa preparada para superar favoritismo corintiano

O favoritismo do Corinthians na partida deste sábado, contra a Portuguesa, assusta o torcedor rubro-verde, mas não diminui a confiança de um atleta acostumado com a pressão exercida pelo Timão no Pacaembu. Escalado pelo técnico Geninho entre os titulares da Lusa pela primeira vez, Héverton não se importou com o momento ruim de sua equipe e viu os dois times com chances iguais de saírem vitoriosos na rodada deste fim de semana.

Héverton se transferiu para o Corinthians no período mais conturbado dos 101 anos de história do clube. Após atuações de destaque pela Ponte Preta, o meia foi contratado em 2007 e amargou a queda para a Série B do Brasileiro. Após deixar o clube no ano seguinte, o jogador teve uma breve passagem pelo Vitória e assinou um contrato de longa duração com a Portuguesa.

Depois de ser emprestado para Atlético-PR e Seongnam, da Coreia do Sul, o jogador retornou ao Canindé e viu a equipe preparada para enfrentar o Corinthians de igual para igual neste sábado. ‘Se for para a gente entrar em campo achando que vamos perder, nós não precisamos nem sair daqui. Tem que ter foco no trabalho e serenidade, porque eles são o Corinthians fora de campo. Quando a bola rola são apenas onze contra onze.’

Escalado como segundo atacante nesta partida, Héverton terá a ingrata tarefa de findar os problemas encontrados pela Portuguesa no setor de criação. Sua missão, entretanto, não será das mais fáceis. O Timão teve a defesa menos vazada na campanha que culminou no título da Copa Libertadores e deverá impor uma série de dificuldades ao contestado setor ofensivo da Lusa.

‘A gente está numa fase deliciada e não podemos mais perder. É por isso que nós vamos encarar o Corinthians como o campeão da Libertadores. Vamos jogar futebol e furar a barreira deles. Nenhum time é imbatível. Pelo contrário, futebol é construído em cima de falhas. Se elas não acontecerem, nós temos que aproveitar as oportunidades e ter calma para fazer a bola entrar’, concluiu a nova esperança de gols do time rubro-verde.