Clique e assine a partir de 9,90/mês

Herói da Coreia do Sul na Copa de 2002 se aposenta

Por Da Redação - 31 jan 2012, 08h11

Por AE-AP

Seul – Herói da Coreia do Sul na Copa do Mundo de 2002, o atacante Ahn Jung-Hwan anunciou nesta terça-feira que irá de aposentar do futebol profissional. O jogador de 36 anos ficou mais conhecido após marcar o gol de ouro que eliminou a Itália na prorrogação do duelo válido pelas oitavas de final da competição, na qual os sul-coreanos avançaram à semifinal naquela que foi a melhor participação de uma seleção asiática na história dos Mundiais.

Jogando com forte apoio dos seus torcedores na Copa realizada há dez anos no Japão e na Coreia do Sul, os sul-coreanos surpreenderam pela campanha que fizeram na competição. Eles se classificaram às oitavas de final como líderes de um grupo que também contava com Estados Unidos, Polônia e Portugal, este último batido por 1 a 0 pela Coreia na rodada final da chave.

Em seguida, a seleção sul-coreana bateu a Itália por 2 a 1 nas oitavas de final e eliminou a Espanha nas quartas. Após empate por 0 a 0 com os espanhóis no tempo normal, o país asiático bateu o rival nos pênaltis, por 5 a 3. Na sequência, na semifinal, os sul-coreanos caíram por 1 a 0 diante da Alemanha, que depois seria derrotada por 2 a 0 pelo Brasil na decisão do título. Na decisão do terceiro lugar, a Coreia do Sul foi derrotada pela Turquia por 3 a 2.

Continua após a publicidade

Com dois gols, Ahn Jung-Hwan foi o artilheiro do seu país naquele Mundial. “Depois de 14 anos (jogando profissionalmente), eu decidi me aposentar e estou ansioso para o desafio de uma nova vida”, afirmou o jogador, que nas últimas três temporadas defendeu o clube chinês Dalian. “Eu tenho muitas lembranças felizes de jogar com os meus companheiros na Copa de 2002, mas, enquanto minha mente está em 2002, meu corpo está em 2012”, completou o atleta, que fora da Ásia defendeu o Perugia, da Itália, o Metz, da França, e o Duisburg, da Alemanha.

Publicidade