Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Henrique não quer folga no Santos até fim do Brasileirão

Por Da Redação - 25 out 2011, 19h24

Por AE

Santos – O Santos não tem mais chances de título no Campeonato Brasileiro – briga apenas por mais alguns pontos para eliminar qualquer risco de rebaixamento -, já está classificado à próxima edição da Copa Libertadores da América (é o atual campeão) e se prepara para o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão. Mas nem por isso tem jogador que quer ficar de fora dos últimos sete jogos que a equipe tem no Brasileirão.

O volante Henrique é um deles. “Como eu me machuquei (fraturou o punho direito em junho, quando ainda atuava pelo Cruzeiro), fiquei parado um tempo e não estou desgastado”, afirmou. “Não pode se segurar, não adianta, o que tiver de acontecer, seja contusão ou outra coisa, acontece da mesma forma. Claro que se alguém sentir, deve comunicar à comissão, mas o medo de contusões não pode existir. Quando você joga tem que dar 100% do seu futebol, independente de se machucar ou não”.

O jogador afirmou que não vai disputar posição com Elano e que só fazer parte do grupo de 23 jogadores que irá ao Japão já é importante. “O mais importante é ter a oportunidade de estar lá representando o clube, independente de haver uma competição entre os jogadores por uma vaga entre os titulares”, disse Henrique.

Publicidade