Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Hematoma cerebral de R. Gomes foi totalmente removido, afirma hospital

Por Da Redação 29 ago 2011, 13h51

O hematoma cerebral do técnico Ricardo Gomes foi totalmente removido, após a drenagem que o comandante cruz-maltino foi submetido na noite de domingo, no Hospital Pasteur, no Rio de Janeiro (RJ). Em boletim médico divulgado nesta segunda, foi informado ainda que a pressão intracraniana do treinador está sob controle.

Ricardo Gomes segue internado no Centro de Terapia Intensivo (CTI) do hospital carioca, mas seu quadro ‘pós-cirúrgico está evoluindo bem, sem apresentar intercorrências’, além de apresentar situação estável.

De acordo com o médico do Vasco, Alexandre Campello, apenas após 72 horas, quando a sedação deverá ser diminuída, poderá se saber se Ricardo Gomes terá sequelas. Campello ainda afirmou que o atual caso pode ter relação com o pequeno AVC que o técnico sofreu, quando ainda treinava o São Paulo, em 2010.

Veja na íntegra o boletim médico sobre o estado de Ricardo Gomes:

Permanece internado no Centro de Terapia Intensivo (CTI) do Hospital Pasteur, no Méier, o paciente Ricardo Gomes, de 46 anos – técnico do Clube de Regatas Vasco da Gama – vítima de Acidente Vascular Encefálico (AVE), hemorrágico.

Ontem (28), à noite, o paciente foi submetido, durante cerca de três horas, a uma neurocirurgia para drenagem de hematoma cerebral e controle da hipertensão intracraniana. O procedimento foi realizado com sucesso pela equipe do neurocirurgião José Antonio Guasti e com o suporte clínico do médico Fábio Miranda. A tomografia computadorizada no pós-operatório imediato foi bastante satisfatória, mostrando que o hematoma foi totalmente removido e a pressão intracraniana está sob controle.

Segundo os médicos, na reavaliação de hoje (29), pela manhã, o pós-cirúrgico do paciente está evoluindo bem, sem apresentar intercorrências. No momento, não há previsão de novos procedimentos. O quadro clínico e neurológico encontra-se estável. Ele encontra-se sedado, respirando com auxílio de aparelhos. Ainda é muito precoce para avaliação da possibilidade de sequelas.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)