Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Hamilton vence em Abu Dhabi, e Button se aproxima do vice no Mundial

Por Da Redação 13 nov 2011, 12h05

Redação Central, 13 nov (EFE).- Em uma corrida na qual o bicampeão antecipado e pole position, o alemão Sebastian Vettel (Red Bull), teve que abandonar já na primeira volta, o inglês Lewis Hamilton (McLaren) venceu o Grande Prêmio de Abu Dhabi neste domingo, mas está fora da briga pelo vice-campeonato do Mundial de Fórmula 1.

Hamilton chegou a ter a posição ameaçada pelo espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, mas conseguiu se manter à frente e venceu a terceira em 2011, alcançando os 227 pontos, contra 255 de seu companheiro de equipe, o também inglês Jenson Button, que completou a prova no circuito da Yas Marina em terceiro, fechando o pódio.

Button precisa agora de um terceiro lugar no GP do Brasil, que fechará a temporada daqui a duas semanas, para se sagrar vice-campeão.

Alonso, que garantiu a segunda posição da corrida, segue em terceiro no campeonato, agora com 245 pontos. O australiano Mark Webber, da Red Bull, que completou as 55 voltas em quarto, continua também em quarto no Mundial, a 14 pontos do espanhol.

Entre os brasileiros, Felipe Massa (Ferrari) foi o único a pontuar em Abu Dhabi, tendo sido o quinto colocado. Rubens Barrichello (Williams), que teve problemas no treino de classificação e largou em último, chegou em 12º, e Bruno Senna (Renault), em 16º.

A corrida acabou para Vettel logo na primeira volta. O atual bicampeão manteve a ponta com tranquilidade após a largada, mas deixou a pista logo depois com um pneu furado. O alemão ainda tentou voltar, mas os danos em sua Red Bull foram grandes, e ele teve que recolhê-la.

Foi a primeira vez desde o GP da Coreia do Sul do ano passado que o piloto de 24 anos não completava uma corrida. Assim, ele deixou de ter chances de igualar o recorde de 13 vitórias em uma só temporada, obtido por Michael Schumacher em 2004, ano do heptacampeonato.

Continua após a publicidade

A liderança caiu no colo de Hamilton, que havia largado em segundo. Outro que se deu bem com a saída do pole position foi Alonso, que ganhou três posições e pulou para segundo.

Massa, que começou em sexto, subiu para a quinta posição, e Rubinho, que teve que sair do último lugar, subiu para 15º em quatro voltas. Já Bruno Senna teve problemas no começo e caiu de 14º para 22º.

O dia não era mesmo da Red Bull. Webber, que vinha travando uma batalha pela terceira colocação com Button, teve problemas no pit stop e voltou para pista atrás de Massa, com quem passou a brigar para chegar em quarto.

O australiano ganhou a posição do brasileiro e terminou à frente, mesmo obrigado a fazer mais uma parada na última volta para colocar os pneus médios, como manda o regulamento. O piloto da Ferrari foi quinto e segue sem subir ao pódio na temporada.

Lá na frente, Alonso chegou a liderar após a última parada de Hamilton e poderia ter se mantido em primeiro, mas teve problemas durante seu pit e completou a prova mesmo em segundo.

Completaram a zona de pontuação, do sexto ao décimo lugares, respectivamente: Nico Rosberg (Mercedes), Michael Schumacher (Mercedes), Adrian Sutil (Force India), Paul di Resta (Force India) e Kamui Kobayashi (Sauber).

No Mundial de construtores, a já campeã Red Bull tem agora 607 pontos. As posições seguintes também já estão definidas, com McLaren (482) em segundo, Ferrari (353) em terceiro e Mercedes (159) em quarto. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade